Pages Menu

Postado por em 4 dez 2015 em Água salgada, Destaque, Fishing Stories, Pescarias | 0 comentários

Arrebentando com os pevões costeiros guia Marcio Tutuhi

Arrebentando com os pevões costeiros guia Marcio Tutuhi

Salve amigos pescadores!

No ultimo sábado, 14/11/2015 eu e os companheiros Antônio e José Souto fomos até o casqueiro para mais uma pescaria na costeira de Santos com o guia Marcio Tutuhi da Saltwater Team.

O cenário não era dos melhores, na sexta o Marcio já havia alertado pra talvez cancelar caso não pudesse ser um bom dia, mas na última hora ele aconselhou manter pois tinha saído bons peixes na véspera, no Navio afundado.

Acordamos de manhã e a chuva caía pesadamente na janela, minha mulher me chamou de louco por sair com tamanho tempo ruim! Mas pescador é tudo maluco mesmo! hehhe

E assim pontualmente às 6:20 estávamos na Nova e bela marina SaltWater do próprio pessoal da SaltWater Team, e como que por benção dos céus mal chegamos e a chuva cessou!

Assim com notícias que o mar estava razoável, jogamos as tralhas no barco e saímos rumo ao Navio Afundado.

Ponte pencil, finalmente terminada a reforma.

Ponte pêncil, finalmente terminada a reforma.

Já na primeira rodada o Marcio achou um galo perdido no jig….

Gaaalo!

Gaaalo!

Na segunda rodada saiu ele! O Centropomus Paralelus, o rei do mangue e da costeira!!

Antônio e o primeiro centropomus do dia.

Antônio e o primeiro centropomus do dia.

Assim a cada rodada ia saindo um Peva!
A experiência do Marcio fez a grande diferença neste dia, pois com mais de 30 barcos no local, somente o nosso pegava! Ele fazia as rodadas bem rápido e rapidamente ligava o barco e passava novamente pois dizia que o peixe estava concentrado em “10 metrinhos” e não dava outra…

José e outro peva.

José e outro peva.

cocococorocaaa!!!

cocococorocaaa!!!

Doublê de respeito!

Doublê de respeito!

Como tudo que é bom dura pouco, passado o momento do começo de enchente as ações pararam no navio, foram 2 rodadas sem ação e uma terceira fazendo uma maior varredura(pra ver se o cardume tinha deslocado) mas também sem ação!

Então o Marcio decidiu partir pra região do clube de pesca! Ilha das palmas.

Mau cheguei lá e ja engatei um…

Um belo xerelete!

Um belo xerelete!

Pouco depois mudei de estratégia e comecei a utilizar o jumping jig KSF Sapogu 25 gramas na cor cromado!
Daí não deu outra…

Pevão!! no jig !!

Pevão!! no jig !!

mais um pevão no jig!

mais um pevão no jig!

Peguei 3 pevões seguidos!
E logo depois o cardume fajutou… hehehe

baiacu tigre gigante!

baiacu tigre gigante!

Corvina!!

Corvina!!

Com o cardume fajutado e a maré já começando a vazar, decidimos ir até o Guiauba pra ver se saía alguma coisa e por lá ainda pegamos mais de 10 belos xereletes e uns 7 pevas, alguns bem pequenos(não fotografados) mas alguns de bastante respeito!

Pevão.

Pevão.

Infelizmente perto das 13 o vento Sul apertou de forma significativa e nos obrigou a demandar o canal, que por sua vez estava com a água barrenta devido as fortes chuvas dos últimos dias… insistimos ainda duas horas por alí, mas não pegamos nada… exceto esse destruidor de camarões…

mini baiacu arara no canal.

mini baiacu arara no canal.

E uma pequena Guaivira!

Mas o dia valeu muito a pena, manhã muito produtiva e 18 pevões capturados em 3 pescadores, além de diversos carapaus e pevinhas menores!

Pra quem saiu de casa acreditando que nem molharia a isca devido a forte chuva na janela, foi um dia e tanto!

Abração amigos pescadores.