Pages Menu

Postado por em 6 maio 2011 em Água salgada, Destaque, Fishing Stories | 0 comentários

Náutica Chinen – Bertioga (J. Jig)

Náutica Chinen – Bertioga (J. Jig)

E que venha o verão!

Depois de alguns meses, estive de volta na Náutica Chinen para realizar mais uma pescaria no tão famoso poção.

É nessa época entre Dezembro a Fevereiro, que considero como a melhor do ano para fazer a pescaria no canal de Bertioga. Na barra do canal, mais especificamente falando no trecho da balsa que liga Guarujá-Bertioga, é aonde os grandes robalos flechas dão as caras. Mas ainda não foi nessa pescaria que fui atrás dos bocudos, nessa minha volta ao canal re-comecei com algo bem light, e decidi fazer uma pescaria poitada no famoso “poção”.

A Pescaria

Vamos lá! Este será um post bem rápido e direto com apenas os “Melhores Momentos” da pescaria.

Como de costume, 1 dia antes da pescaria passei na loja da Sugoi Big Fish para comprar os itens que estavam em baixa nas minhas tralhas, e ao realizar a compra tive uma grande boa surpresa. Uma nova iscada NS tinha acabado de chegar aos estoques da loja. Um Jumping Jig Pac na cor GLOW. A isca parecia ser genial, fiquei imaginando como ela trabalharia na água turva do canal, com certeza uma isca com o formato assimétrico do modelo PAC e com o corpo inteiro na cor GLOW faria muito sucesso.

Equipamentos arrumados, hora de pescar.

O dia prometia muito peixe. Tempo aberto na média de 28º a 30º, 2º dia da lua minguante e pressão atmosférica estável. Era dia de estréia da isca nova da NS, e também no meu novo conjunto para Jumping Jig, uma carretilha MegaForce com Twichin Bar da Daiwa e uma vara Evolution da Marine Sports. Ambos aprovadíssimos no test drive.

Estréia da Carretilha Daiwa Mega Force (Twichin Bar)

Carretilha Daiwa Mega Force (Twichin Bar) + Vara Evolution Marine Sports

O dia começou com o valente carapau fisgado pelo dorso pelo jj pac glow da NS.

Carapau no Jumping Jig Pac Glow (NS)

Logo depois, um maiorzinho não resistiu também ao JJ.

Carapau no Jumping Jig Pac Glow (NS)

Voltando a vida

Uma batida mais forte e um Xaréu Amarelo da as caras, também fisgado pelo JJ novo da NS.

Xaréu amarelo

Depois de algum tempo entre Carapaus e Xaréus, a Evolution enverga até a ponta da água, e carretilhazinha da Daiwa começa a trabalhar. Quando levanto para superfície, um fato inédito. Um dublê de Carapau e Xaréu atacam a mesma isca. O dia realmente estava ativo para o JJ.

Duble de Carapau e Xaréu Amarelo

Maix um Xaréu na Pac Glow.

Xaréu Amarelo

Xaréu Amarelo no Jumping Jig Pac Glow (NS)

Não podia faltar o baiacu tigre, claro.

Baiacú Tigre no Jumping Jig Pac Glow (NS)

Baiacu Tigre

Mais alguns, mas no camarão morto.

Duble de Baiacus Tigre

Baiacu Tigre no camarão morto

Com a superatividade dos peixes no jumping jig, até meu pai resolveu brincar um pouco. E ao colocar o JJ Silver Pac da NS, uma surpresa… um peixe sapo no JJ. Conversando com o meu primo César, fiquei sabendo que esse peixe além de ser altamente venenos, também é muito apreciado pela culinária de Portugal e Singapura, vale a pena ler mais sobre esse assunto neste link. http://prazeresdamesa.uol.com.br/exibirMateria/2951/foie-gras-do-mar

Peixe Sapo no Jumping Jig Pac Silver (NS)

No finalzinho da pescaria, as pescadinhas resolveram dar as caras no fundão, no camarão morto.

Pescadinha no camarão morto

Logo, um peixe que fazia muito tempo que não pegava no canal de Bertioga, o escrivão.

Escrivão

Pescada

E para finalizar, na vara de espera com sardinha, uma espadinha.

Peixe Espada

E foi isso aí, mais uma vez acertando o tempo, lua e maré tivemos uma ótima pescaria no poção do canal de Bertioga. A pescaria deste final de semana me ensinou que a persistência com o Jumping Jig sempre gera resultado. Não podemos desistir e nem cansar… precisamos persistir no trabalho do JJ lá no fundo, sempre alternando movimentos, cores e formatos. No fim, o peixe sempre bate.

Abraços a todos, e ótimas pescarias neste verão de 2010-2011.

André Nagae.