Pages Menu

Postado por em 24 out 2016 em Destaque, Fishing Stories, Pescarias | 2 comentários

Explorando o Rio Itapanhaú – Bertioga / SP

Explorando o Rio Itapanhaú – Bertioga / SP

Olá amigos pescadores!

No início de outubro tivemos mais uma pescaria cancelada devido a instabilidade do tempo no litoral de SP. O plano principal era de pescarmos a bordo da traineira do cap. Fernando Itano saindo da praia do Perequê, no Guarujá. Porém com a chegada da frente fria o mau tempo logo se aproximou impossibilitando assim a pescaria em mar aberto. Foi aí que partimos para o plano B, rumo ao canal de Bertioga com o guia Nê da Bertioga Fishing Team.

Já fazia um bom tempo que estava com vontade de explorar o famoso Rio Itapanhaú na companhia do guia Nê que conhece muito bem a região. O rio Itapanhaú pra quem não conhece, tem mais de 40km de extensão, nascendo próximo as montanhas da serra que cortam a rodovia Mogi-Bertioga, desaguando no canal de Bertioga próximo a balsa de travessia ao Guarujá.

Desta vez o plano era subir até as famosas lagoas do Itapanhaú, onde a água é cristalina e doce.

Segundo o guia Nê, a melhor hora para se pescar lá em cima, é quando a maré de grande força chega ao seu reponto. Neste dia a maré se comportava da seguinte maneira:

  • 08:51 – 0.1m
  • 15:02 – 1.4m
  • 21:15 – 0.1m

Como descemos para pescar as 8:00, a maré ainda estava chegando ao seu ponto mais baixo e iria começar a subir a partir das 9:00, portanto ficamos no ponto da boca da barra aguardando a maré ganhar força. Por lá alguns peixes deram as caras.

Carapau que atacou o camarão Ebi chá dourado da NS

Carapau que atacou o camarão Ebi chá dourado da NS

Pevão branco que meu pai fisgou no camarão-vivo

Pevão branco que meu pai fisgou no camarão-vivo

 

Apenas meu pai havia tirado o dedo com 2 peixes, sendo um já de ótimo tamanho! Um lindo peva que pela sua coloração bem clara, havia acabado de adentrar nas águas de Bertioga com a força da maré enchente.

Insistimos bastante nos points da barra de Bertioga e na balsa, e como as ações eram muito poucas, o guia Nê resolveu ir subindo lentamente o Rio Itapanhaú fazendo paradas estratégicas conforme a maré ia ganhando força.

Vara robaleira na espera, fazendo a rodada próximo a ponte da rodovia Rio-Santos

Vara robaleira na espera, fazendo a rodada próximo a ponte da rodovia Rio-Santos

Rio Itapanhaú, um belo e conservado point de pesca

Rio Itapanhaú, um belo e conservado point de pesca

 

Trabalhamos muito as iscas artificais e naturais, mas já se passavam do meio-dia e nada de peixe. E então paramos para aproveitar para comer e logo partir rumo a tão aguardada lagoa.

Em cerca de 15 minutos de navegação a bordo da potente embarcação da Bertioga Fishing Team (Barco Maresias Splendor e motor Yamaha 115hp) chegamos ao point de pesca, onde a pesca seria resumida a bóia com camarão vivo e plugs de superfície e meia-água.

Vegetação constituída de capinzal, já muito diferente do canal de Bertioga

Vegetação constituída de capinzal, já muito diferente do canal de Bertioga

Muitas estruturas para arremessar a isca

Muitas estruturas para arremessar a isca

O primeiro a fisgar um robalo, foi o guia Nê que mostrou que conhece mesmo a toca do Robalo por alí.

Nê com um robalo-peva negro do Rio Itapanhaú

Nê com um robalo-peva negro do Rio Itapanhaú

A isca utilizada era uma Cultiva Rip’N Minnow 90, a isca que fez total diferença neste dia de pesca. Logo, Nê repassa pro meu pai a isca e fala pra ele dar uns pinchos com ela. Não demorou muito e mais peixe na linha!

Pevinha do Rio Itapanhaú

Pevinha do Rio Itapanhaú

Eita, pegou o jeito do pincho mesmo!

Eita, pegou o jeito do pincho mesmo!

Banzai com um Acará fisgado na cultivinha

Banzai com um Acará fisgado na cultivinha

E o troféu do dia também foi fisgado pelo meu pai, que estava com tudo neste dia!

Pevão Negro do Itapanhaú

Pevão Negro do Itapanhaú

Mais uma foto do belo troféu!

Mais uma foto do belo troféu!

Paisagens indescritíveis no Rio Itapanhaú

Paisagens indescritíveis no Rio Itapanhaú

E com uma forte chuva chegando e também o tempo esgotando, resolvemos finalizar nossa pescaria mas com o dever cumprido de explorar o Rio Itapanhaú.

Últimos pinchos antes de voltar para a marina

Últimos pinchos antes de voltar para a marina

Muito obrigado ao guia Nê pelo belo dia de pescaria e pela aventura de conhecer novos points de pesca em Bertioga.

Serviço de pesca: Bertioga Fishing Team

Abraços e até a próxima pescaria!

André Nagae

  • Fernando Mena

    Eu e meu irmão pescamos muito ai devido a familia da namorada dele ter uma chacara ao fundo. Realmente um rio muito bom para os robalos, ainda mais se a água tiver quente, ai não vence por isca, até mesmo com telescópica e pitu se pega bons peixes. Tem uns flexas valentes nele mas a galera pega com lambari vivo pego mais acima no rio. Devem ter pescado quase que de frente a propriedade em uma das fotos. A curva onde saiu um maior é um ponto ótimo. Agora esperar esquentar e brincar bastante. Está tudo bem com vcs? pois já fazia um tempo que não postavam relatos…

    • fishingstories

      Bom dia Fernando!
      Poxa que legal, essa pescaria com varinha telescópica e pitu deve ser muito boa de se fazer! Foi a minha primeira vez (Nagae) subindo o rio Itapanhaú até a lagoa, gostei bastante do visual e do potencial do point.
      Está tudo bem sim conosco, obrigado por perguntar! Essa maré de junho até agora com muitas frente frias chegando no litoral, atrapalhou bastante a produtividade de nossas pescarias, e por este e outros motivos acabamos ficando um pouco mais distante dos blogs. Mas vamos ver se agora com as condições melhorando, também voltaremos a ativa por aqui!
      Abraços e obrigado por nos acompanhar!