Pages Menu

Postado por em 15 ago 2013 em Destaque, Dicas, Montagem | 25 comentários

Montagem de camarão vivo para Robalo e Pescada

Montagem de camarão vivo para Robalo e Pescada

Bom dia pescadores! Hoje dedicamos um artigo sobre as 2 principais montagens para a pesca de Robalos no fundo.

Chicote robaleiro: usado nas tradicionais varas robaleiras (de aproximadamente 4,5m a 5.3m de ponta nº3) que são muito populares na região do Canal de Bertioga, a forma de pesca costuma ser de rodada com a vara na espera.

Chicote iguapense: batizamos com esse nome pois o conhecemos através do guia Sassá numa pescaria em Iguape, é usado em pescaria de rodada ou poitado (com varas de aproximadamente 5’7″ 6’6″, ação média e de 14 a 20lb), porém trabalhando a isca em movimentos lentos de subida e descida.

Confira como montar cada um deles:

 

Chicote Robaleiro

Materiais:

 

A chumbada solta pode ir diretamente no multifilamento, atando-se ao girador e finalizando com uma pernada de 40cm de fluorcarbono.

Diagrama geral do chicote robaleiro

Montagem em ação:

Como a vara robaleira trabalha o camarão vivo apenas com o movimento da ponteira

 

Chicote Iguapense

Materiais:

a. Girador triplo | b. Anzol wide Gap | c. Chumbada | d. Miçanga

Na ponta do girador triplo, uma chumbada com 15cm de linha e no meio do girador uma pernada de 60cm (pode experimentar entre 40cm e 1m) de fluor carbono.

Diagrama geral do chicote iguapense

Se seus camarões vivos acabarem, ainda há a opção de usar um camarão artificial, o trabalho é o mesmo e pode render boas capturas.

Chicote iguapense com camarão artificial

Detalhe do camarão artificial sem jighead.

Close do camarão artificial

 

Nesse tipo de chicote, deixar a isca parada não é eficiente. O ideal é trabalhar a isca, com subidas e descidas lentas.

(Isso na mão do pescador, apesar de parecer uma arma, é uma vara de pescar :S – contrata-se ilustrador )

Como trabalhar o camarão no chicote iguapense, o tamanho do movimento de acordo com a pernada.

 

Camarão Vivo

O camarão mais comum de ser encontrado para a venda vivo é o camarão branco. Seu preço varia de acordo com a época, indo de R$0,60 a R$1,50 a unidade.

Exemplos de tamanhos de camarão vivo

Para iscá-lo costumamos usar 2 opções:

Iscando o camarão pela cauda

Pela cauda ele fica mais resistente a arremessos.

Camarão iscado pela cabeça (sempre abaixo do chifre)

Pela cabeça ele tem mais liberdade para nadar, mas cuidado para não matá-lo ao iscar.

 

Perguntas frequentes


Quais espécies poderei pegar?
Usando camarão-vivo, pegamos as seguintes espécies em ordem de maior quantidade:
Robalo (peva e flecha)
Pescada (branca, amarela e outras)
Badejo (quadrado, mira e outros)
Sargo-de-beiço
Peixe-Galo
Corvina
Baiacu (arara e mirim)
Bagre (bandeira e amarelo)
Pequenos ladrões de isca

Qual dos dois sistemas utilizar?
Depende do estilo e do material disponível de cada pescador, ex: se não gostar da pesca de espera o Iguapense é o que mantém o pescador mais ocupado durante a pescaria. Outra boa opção é consultar o guia ou pescador mais experiente que te acompanhar se o usual é o “chumbo na ponta” ou alguma outra variável.

Por que usar o fluorcarbono nas pernadas?
O fluorcarbono é o material que oferece maior transparência mas não é essa a sua única vantagem, ele também tem uma grande resistência a abrasão (maior que a do multifilamento e a do nylon) que é essencial na pesca do Robalo, pois nosso amigo bocudo possui uma espécie de lixa na boca que facilmente “pui” a linha, além de ter o péssimo hábito de fugir para estruturas que cortariam com facilidade outros tipos de linha.

Estou perdido!!! O que faço?
Deixe sua dúvida nos comentários abaixo 🙂 faremos o possível para esclarecer!

  • Diego

    Mto boas suas matérias.

  • Anônimo

    Mais uma que ficou top pessoal !

  • i believe

    André, muito bom mesmo.no famoso poção eu teria sucesso, com esses dois chicotes mais o sistema banzai rig.

    • Anônimo

      Fala Edson! Muito obrigado!
      Com certeza terá sucesso! O Banzai Rig já foi estreado por alguns de nossos leitores, e tiveram sucesso com os robalinhos.
      Abraços!

  • www.ultimobar.com.br

    Eu devo deixar a chumbada encostada no fundo e dar leves toques para cima como na pesca com jumping jig?

    • Renato Banzai

      Opa! Na verdade quando se trabalha um jumping jig, a velocidade e a força é maior. No caso do chicote iguapense é um simples levantar e abaixar da chumbada, de cerca de 60cm/1m. Se você fazer rápido demais, o camarão pode ficar danificado ou morto. Abraços!

      • www.ultimobar.com.br

        Obrigado pela resposta Renato.

    • Renato Banzai

      Olá amigo! Na verdade o trabalho é mais lento do que com os Jumping Jigs, pois se você exagerar na velocidade, pode danificar o camarão! Abraços!

  • Gilmar Machado de Moura

    Boa Noite André ! Qual seria a melhor opção para se usar no Poção os chicotes ou banzai rig ?

    • Anônimo

      Boa tarde Gilmar, tudo bem?
      O que eu costumo fazer no poção, é sempre deixar alguma vara montada com o chicote de camarão vivo na espera, e em paralelo trabalho o Banzai Rig ou o Jumping Jig em outra vara. Abraços!

  • ALMIR DE S PEREIRA

    parabéns amigos as suas dicas são de estremas importancias e muito bem esclarecidas um show de experiencias valeu d+. abraços

    • Renato Banzai

      Muito obrigado Almir! Abraços!

  • antonio marcos sanches

    muito boa , estamos gratos

    • Muito obrigado Antônio! Se tirar alguma foto com os peixes que pegar, não deixe de nos enviar! Abraços!

  • Carlos Alexandre Tanikawa

    Aprendi mais uma ! Muito obrigado! E olha que estive algumas vezes em Iguape mas pescando da forma tradicional. Este arranque iguapense vai ser devidamente testado em Bertioga. Valeu!

  • Silmara E Fabricio

    Gosto de pescar com carretilha e no rio/mar, pode ser usado esse mesmo sistema.

  • RONALDO

    pergunta nao tenho fluor carbono possa usa outro tipo de linha?

  • Ailton Passos

    Boa dica,parabéns amigos pescadores.

  • João Paulo Ventura

    Ótimo meu amigo. Muito obrigado pelas dicas. Sou do RJ e estou querendo marcar uma pescaria aí em Bertioga. Aqui no RJ já não possui mais pesqueiros bons, nem tampouco que tenham robalos. Um grande abraço.

  • Hawlysson

    Os Snaps, entram aonde e qual a real necessidade deles? No girador? No anzol? Na linha?

    • fishingstories

      Boa tarde amigo Hawlysson,
      Acredito que você deve ter se enganado 🙂 Para essas montagens de camarão vivo não recomendamos a utilização de snap. Somente os giradores já são o suficiente.
      Abraços!

  • rickgoost

    qual a melhor linha e espessura a ser utilizada na pesca do robalo

  • Paulo

    É possível amarrar o camarão vivo ao anzol com linha elastic?

    • fishingstories

      Olá Paulo!
      Amigo, acredito que se amarrar o camarão vivo com elastricot prejudique o nado do camarão. Para pescar com esses chicotes mencionados acima recomendamos fisgar os camarões nas montagens simples pelo chifre ou pelo último gomo perto do rabo. Importante lembrar de nunca atingir as linhas vitais do camarão. Se iscado pelo rabo, fisgar acima da linha vital e se iscar pelo chifre, ao lado da mancha preta que é o cérebro.

      Abraços!

  • Luiz Otavio Taraska

    revivendo a postagem… rsrsrs….

    Como trabalhar o barco na pesca de rodada?