Pages Menu

Postado por em 6 fev 2017 em Água doce, Destaque, Fishing Stories | 1 comentário

Muitos tucunarés em Igaratá com Augusto Iwato!

Muitos tucunarés em Igaratá com Augusto Iwato!

Salve amigos pescadores.

No último sábado de janeiro (28/01/2017 ) fui até a represa de Igaratá para uma pescaria com o guia Augusto Iwato.

Amanhecer promissor na estrada...

Amanhecer promissor na estrada…

Cheguei às 7:00 na marina Águas Claras do Sr. Dito e rapidamente as 7:30 já estávamos navegando!

Pier da marina aguas claras.

Pier da marina aguas claras.

Mal chegamos no ponto demos os primeiros arremessos e pimba!

Augusto tirando o dedo no segundo arremesso do dia.

Augusto tirando o dedo no segundo arremesso do dia.

eu tirando o dedo na sequencia...

Eu tirando o dedo na sequência…

O dia começou com muitas ações nas zaras de superfície! Mas depois de pegar uns 8 filhotes, as ações cessaram! Foi então que o Augusto comentou: “joga jig-head pra ver se pega o pai do cardume“. Joguei e foi uma pegadeira animal, fisguei uns 15 seguidos!

Muitos tucunas no Jig head.

Muitos tucunas no Jig head.

Até que uma briga mais forte fez eu pensar se tratar do tal pai do cardume, mas era uma grata surpresa! Uma dentuça!

traira no jig head.

Traíra no jig head.

Segui insistindo e ainda saíram mais uns 5 tucunas. Quando finalmente também cessaram as ações no jig head e aí partimos de volta ao plug em outros pontos…

mais tucunas no jig head.

Mais tucunas no jig head.

Por lá o Augusto logo perdeu pontos com um jacundá, e como o calor estava apertando fomos brincar com umas corvinas para descansar…

Jacundá.

Jacundá.

Em um prazo de 1 hora pegamos umas 20 corvininhas… pequenas, porém delicioso para o almoço fritinho!

Corvininha de agua doce

Corvininha de água doce

Corvina de agua doce.

Corvina de água doce.

E por falar em almoço, já era meio dia e meio, então foi momento de fazer um pit stop no acampamento do amigo do Augusto para assar um queijo coalho e pão de alho… (para quem não sabe não como carne, somente peixe) e foi o momento de relaxar e nos preparar-mos para o segundo tempo!

Local do almoço.

Local do almoço.

Acabamos de almoçar e saímos novamente em busca dos amarelos…

Navegando em busca dos amarelos.

Navegando em busca dos amarelos.

Mal chegamos no primeiro ponto do segundo tempo e já tivemos muitas ações!
Neste dia vimos muito peixe e tivemos muitos botes e explosões não confirmadas! Algo normal nas zaras, mas muito espetacular de se ver!

Momento mágico

Momento mágico

Bonito amarelo do Augusto.

Bonito amarelo do Augusto.

A isca mais produtiva do dia depois do jig head foi a top-gun da Marine Sports.

Da-lhe amarelos.

Dá-lhe amarelos.

Às vezes vinham doublês, triblês… era muito amarelo!!

muitos de uma vez!

Muitos de uma vez!

E assim ia seguindo o dia.

Da-lhe tucunas.

Dá-lhe tucunas.

Até que num determinado momento a briga engrossou! Era peixe bom!

O melhor do Dia.

O melhor do dia.

Pouco depois também perdi pontos…

Jacundá!

Jacundá!

A assim fomos seguindo a tarde… entre botes e peixes bons perdidos no enrrosco. Além de fugas nos saltos… íamos garantindo a pescaria!

Augusto e um bonito na T10

Augusto e um bonito na T10

Da-lhe amarelos.

Dá-lhe amarelos.

tucuninha.

Tucuninha.

Filhote atrevido... rsrsr

Filhote atrevido… rsrsr

mais um amarelinho.

Mais um amarelinho.

pequeno valente.

Pequeno valente.

Jig head pra encerrar com chave de ouro.

Jig head pra encerrar com chave de ouro.

Pegamos mais de 50 peixes neste dia! Uma grande pescaria de tucunas que embora pequenos são muito valentes no equipamento bem calibrado!

Doublê na despedida.

Doublê na despedida.

Abração amigos pescadores.
Pleffer.

  • Caio Henrique Silva

    Nessa represa não tem problema de se pescar em época de piracema?