Pages Menu

Postado por em 4 fev 2014 em Água salgada, Destaque | 8 comentários

Pegadeira de robalos em Cananéia

Pegadeira de robalos em Cananéia

Salve amigos pescadores.

Sábado com excelente previsão do tempo e muito calor, eu e o companheiro Banzai decidimos fazer uma loucura pescaria em Cananéia. A ideia era matar a saudade daqueles belos pontos de pesca, mas ir e voltar de lá no mesmo dia não é pra qualquer um.

Assim saí às 2:30 da manhã (anotem) da minha casa e encontrei o Banzai às 3:00 na casa dele. De lá pegamos a Br 116 – Régis Bitencourt e seguimos rumo a Registro onde tem uma estrada próxima ao Graal Petropen que passa de Pariquera-Açu e nos leva ao destino: Porto Cubatão (bairro de Cananéia onde tem várias marinas e infra-estrutura de pesca).

Chegamos no destino por volta das 6:40am (paramos para um belo café da manhã, porque ninguém é de ferro, heheh) e lá o atencioso Rogério da marina Maresias nos atendeu prontamente e nos ajudou a montar o barco. (Levamos o 25 hp e o elétrico de SP e locamos um casco lá). E deixo aqui registrado: um belo barco da Corsa com cadeiras de almofada e tudo isso por 60,00! Meus parabéns a marina Maresias, recomendo!

Enquanto montávamos o barco, fomos apresentados ao Lafayete que seria nosso piloteiro e guia naquelas águas. Embora eu tenha arrais e navegue a muito tempo e conheça bem Cananéia eu sempre prefiro levar um piloteiro, pois por ali existem inúmeras opções de pontos de pesca e escolhas erradas podem te levar a uma pescaria muito pouco produtiva. O valor dos guias de Cananéia também é bem convidativo vai de 70 a 120 reais a diária.

Piloteiro apresentado, barco montado! Seguimos rebocados por um buggy da marina até a rampa pública do final da rua Paulo Hermenegildo.

Rampa pública de cananeia.

Rampa pública de cananeia.

Barco na água, logo ao lado da rampa adquirimos alguns poucos camarões vivos para o guia usar e pra usar-mos naquela hora que o braço cansa de trabalhar e quer só fazer uma bela rodada sentado e tomando uma cerveja. hehehe

Camarão vivo é fácil de se conseguir em Cananéia, tem o ano todo! Não precisa reservar e o valor é R$0,50 centavos a unidade.

comprando camarões vivos.

Comprando camarões vivos.

Devido a forte maré do dia, que dificultaria a pescaria na região da baía de Cananéia e as fortes chuvas que haviam caído na serra do Paraná turvando a água dos rios na região do Ariri, Itapitanguí e Félix. O piloteiro decidiu subir rumo a Suba-uma e a nossa primeira parada foi o bom e velho costão, já conhecido de longa data e muito bom de peixe.

Costão ou piçarrinhas

Costão ou Piçarrinhas

Apesar da forte maré vazante, não demorou até ocorrerem as primeiras ações e o Banzai capturar o primeiro bocudo do dia, na sua própria técnica o Banzai Rig, camarão da NS, Ebí pequeno cor: Chá com Vermelho.

o primeiro bocudo.

O primeiro bocudo.

Pouco depois, eu que estava fazendo rodada de camarão vivo tentando uma pescada amarela também mudo pro Banzai Rig e capturo o meu primeiro, estreando a excelente varinha custom by Leandro da Burimam que eu fiz pra mim com blank da Bushido 10 libras.

a estreia da vara custom by leandro.

A estréi da vara custom by leandro.

Seguimos tentando o ponto e pouco depois o Banzai pega mais um peixe no Banzai Rig, dessa vez era uma Guaivira.

pequena e valente guaivira no camarão de borracha.

Pequena e valente Guaivira no camarão de borracha.

Como não houveram novas ações na região, tentamos um rio próximo com plugs e depois subimos mais chegando perto do bairro pedrinhas. Por lá tivemos de ancorar e linguiçar um pouco pois a maré estava muito forte.

Ancorado com camarão vivo, a variedade começou a aparecer: primeiro algumas ovevas!

muitas ovevas.

Muitas ovevas.

Depois uma bela corvina que no equipamento light contra a maré deu trabalho!

Corvina grandinha

Corvina grandinha

E pouco depois um peixe que brigou muito! Mas ao chegar perto do barco a decepção: era bagre! kkkkkkk

bagrossauro de cananeia.

Bagrossauro de cananeia.

Nisso a maré ja havia tranquilizado e fomos num ponto ali perto tentar Robalos na artificial, não deu outra: infestado de pevas.

maaais pevinhas.

maaais pevinhas.

O problema é que os maiores não vinham e por mais que tentamos levantar eles no plug, eles só queriam camarão.

era arremessar e pegar.

era arremessar e pegar.

Eram diversos doublês!

muitos doublês

muitos doublês

Mas nenhum um pouco maior.

Robalinho.

Robalinho.

Nisso o Banzai resolveu jigar pra matar a saudade e engatou algo.

Banzai brigando no jig.

Banzai brigando no jig.

Enquanto ele tirava o peixe, minha vara quase foi arrancada da mão! Pensei é coisa grande!!
Mas era na verdade uma pequena Caranha, peixe absurdamente valente! apesar do tamanho…

A primeira Caranha a gente nunca esquece! Peixe magnífico.

Caraaanha, num se rende!

Caraaanha, num se rende!

Enquanto eu cuidava da Caranha o Banzai fazia a festa com ovevas no jig.

Muitas ovevas no jig.

Muitas ovevas no jig.

Mas queríamos peixes maiores, então uma Stella pra refrescar o calor.

Um stella pra refrescar o calor.

Um stella pra refrescar o calor.

E mais umas tentativas no costão do mar de fora.

O belo costão do mar de fora.

O belo costão do mar de fora.

Adivinha o que tinha por lá ?
Isso. Muuuuitos tricks de Robalo peva. rsrsr

maaais doublês de pevas.

maaais doublês de pevas.

Como queríamos algo maior subimos até o rio Alice.

Rio Alice.

Rio Alice.

Por lá também estava infestado de tricks.

da-lhe robalinhos.

da-lhe robalinhos.

Mas enquanto eu linguiçava para descansar o braço. Uma grata surpresa!
Uma bela Pescada Amarela.

Pescada amarela.

Pescada amarela.

O Banzai seguia alternando entre vários plugs e o camarão de borracha, no plug não houve sequer uma ação o dia todo, já no camarão de borracha, era descer e pegar trick.

mais Robalos.

mais Robalos.

Continuei com o camarão vivo e peguei mais algumas pescadas.

Da-lhe pescadas!

Da-lhe pescadas!

Pouco depois os camarões acabaram e fomos pra boca do rio tentar um peixe maior. Por lá o Banzai insistiu no jig e os robalitos também não resistiram.

Robalo no jig.

Robalo no jig.

Porém a diversidade do jig é muito show! E pouco depois ele pegou um peixe que brigou mais! Uma bela corvininha. heheh

Corvina no jig.

Corvina no jig.

Já perto das 17:00 subimos até o rio Iririaia que fica no caminho de volta e por lá o guia até fisgou um robalinho maior que infelizmente escapou.

Tentamos dois pontos no iririaia mas os resultados foram os mesmos! Tricks no camarão ou jig e nada no plug.

Assim as 18:00 decidimos demandar a marina de volta e dar por encerrada essa bela aventura em Cananéia.

finalizando mais uma bela pescaria.

Finalizando mais uma bela pescaria.

Saímos da marina por volta das 19:30 e as 23:00 estava deixando o Banzai em casa (paramos pra jantar num belo restaurante na Régis). Chegando assim as 23:30 na minha casa (lembra que eu sai as 2:30). cheguei um pouco cansado pela loucura pescaria, mas de alma lavada e mente renovada. heheheh

Abraços!
Pleffer

Conheça as técnicas e montagens que sempre utilizamos nesse tipo de pescaria:

Banzai Rig – Camarão artificial sem jighead
Jumping Jigs
Montagem de camarão vivo para Robalos e Pescadas

  • Decio Serra Neto

    Parabéns pela aventura Pleffer e Banzai… boa variedade de peixes e um lugar muito bonito.

  • Sergio

    Show de pescaria! Será que um dia ainda vou ter essa coragem toda pra ir pescar? ficar quase 24 horas acordado pra pescar não é pra qualquer um não!!! Parabéns!!!

    • Decio Serra Neto

      Tem toda razão Sergio…. Eu quando saio as 4 da manhã e volto 2 da tarde ja volto dirigindo perigosamente… de tanto sono

    • E se eu falar que eu (Banzai) fui pescar no domingo seguinte? rsrsrs

      • Decio Serra Neto

        Bom se eu disser que quando volto de uma pescaria não tenho vontade de ir no dia seguinte estaria mentindo…. porém tem que ter muita disposição…. abraço Banzai esperamos o segundo relato então ^^ kkkkkk

      • Sergio

        Eu moro aqui no litoral, minha casa fica a menos de 10 minutos do portinho, 30 minutos da ponta da praia, 40 minutos da plataforma de mongagua, 05 minutos da ponte pensil, sou sócio do clube tumiaru que fica ali no japui do lado do iate clube e tambem posso pescar lá, e te falo que esse ano eu não fui pescar nem 2 vezes ainda… sinceramente, aplauso pra vocês!

  • Marcelo Silvestre

    Bela pescaria, parabéns. Já pesquei nessa região, só que saindo da vila do Ariri,o problema de sair do Ariri, são os 60km de estrada de terra, se chover então, já viu. kkkkk

  • Luis Cardoso

    Boa tarde, amigo eu sou de Campinas e gostaria de ter o contato de pesca com aluguel completo em Cananéia
    Pois andei tirando uns preços e acho que os caras estão doidos.
    Aguardo!
    Obrigado!