Pages Menu

Postado por em 29 maio 2014 em Água salgada, Destaque, Fishing Stories | 11 comentários

Pescaria com plugs no canal de Bertioga

Pescaria com plugs no canal de Bertioga

Bom dia amigos pescadores!

Já quase no final das minhas férias, aproveitei a quinta-feira (22/05) livre e chamei o amigo Pleffer para pescarmos com guia Nê no canal de Bertioga. Apesar do tempo frio e das águas geladas do canal, as notícias eram de que os robalos estavam muito ativos na pesca com camarão-vivo para a felicidade dos robaleiros de plantão. A nossa missão já era um pouco diferente: Buscar o Robalo-Peva de águas frias com plugs de meia-água.

Como o Nê é um guia muito experiente neste quesito e conhece diversos rios e estruturas da região, nos aventuramos em mais uma pescaria.

O amanhecer no canal de Bertioga

O amanhecer no canal de Bertioga

Chegamos na Náutica Chinen por volta das 6:20am, e por lá já encontramos o Nê preparando o barco para partirmos em busca dos robalos. Apesar do belo amanhecer em Bertioga, um forte vento noroeste soprava, o que tornaria complicada a pescaria no canal principal de Bertioga.

Logo ao descermos o barco, um forte vento Noroeste soprava

Logo ao descermos o barco, um forte vento Noroeste soprava no canal principal de Bertioga.

Para fugir do vento chato nos abrigamos em um dos pequenos rios do canal, por lá o Nê foi o primeiro a fisgar o primeiro Robalo-Peva do dia.

Nê e o primeiro Robalo-Peva do dia, fisgado na Magic Stick (NK)

Nê e o primeiro Robalo-Peva do dia, fisgado na Magic Stick Nelson Nakamura

Seguimos investindo diversas iscas em busca do Robalo, e eu aproveitei para testar um novo trambolho suporte da GoPro que acabei de comprar nos Estados Unidos. Trata-se de um suporte que é acoplado nas costas como uma mochila e tem a função de gravar na visão de terceira pessoa. Bem, como é uma baita geringonça, fica mais fácil vocês assistirem o vídeo abaixo, ou melhor, é só lembrar o vilão do Homem Aranha, lembram do Octopus?

Infelizmente durante os testes do novo suporte não obtive nenhuma ação no plug. E com a diminuição do vento forte no canal principal, logo voltamos as estruturas iniciais no canal principal para aproveitar a boa maré que estava subindo.

Voltando aos trabalhos no canal principal

Voltando aos trabalhos no canal principal

Chegando no point próximo a Náutica Vindumar, pinchamos bem próximo ao píer do posto de abastecimento onde achamos um belo cardume de pevas criados.

Todos fisgamos, porém só o Pleffer conseguiu tirar o maiorzinho, um belo exemplar pra começar o dia!

Pevão primeiro do dia do Pleffer

Pevão primeiro do dia do Pleffer

Depois o que sobrou foram só os filhotes…

Meu primeiro Robalo-Peva do dia

Meu primeiro Robalo-Peva do dia

Pequeno carapau fisgado pelo Pleffer

Pequeno carapau fisgado pelo Pleffer

Neste momento consegui registrar os diversos ataques que tivemos dos Pevões, uma pena a maré ter começado a correr demais nessa hora e espalhar o cardume.

Mudamos de estratégia rumo ao point conhecido como Robalão, logo no início do Rio Fazenda, e por lá mais alguns pequenos apareceram para alegrar o dia.

Pevinha do point Robalão no Rio Fazenda

Pevinha do point Robalão no Rio Fazenda

Guaivira mini fisgada na isca 3D Minnow da Yo-Zuri

Guaivira mini fisgada na isca 3D Minnow da Yo-Zuri

Nisso notamos diversos cardumes de pequenas paratis explodindo na superfície, possivelmente fugindo de algum grande predador dentro do canal. Foi então que o Nê resolveu conferir a boca da barra de Bertioga para ver como estava o mar e tentar alguns arremessos em busca das sonhadas Sororocas, muito comuns nesta época do ano.

Verificando a costeira de Bertioga

Verificando a costeira de Bertioga

Porém as rajadas de ventos e o mar já quase virando, não arriscamos muito por lá e voltamos aos rios do canal. Passamos pela marina Brisa Mares onde o pessoal que pescava com robaleiras e camarão artificial faziam a festa com os pevas! Mas como o nosso foco eram os plugs, bora para a galhada!

Robaleiros de plantão fazendo a festa com camarão-vivo

Robaleiros de plantão fazendo a festa com camarão-vivo

Chegando no rio conhecido como Iriri, resolvi testar a isca Bomber 13A na cor osso. E foi fatal!

Brigando com um Robalo-Peva já de bom porte

Brigando com um Robalo-Peva já de bom porte

Bocudo que encharutou a Bomber 13A

Bocudo que encharutou a Bomber 13A

Meu primeiro Pevão no plug!

Meu primeiro Pevão no plug! :D

Meu primeiro Pevão no plug! 😀

Pouco depois no mesmo trecho do rio, Pleffer trabalhando a sua matadeira Cultiva Mira Bait acerta um outro Pevão também muito bonito.

Pleffer e mais um belo Pevão fisgado na Cultiva Mira Bait

Pleffer e mais um belo Pevão fisgado na Cultiva Mira Bait

E a partir daí foi festa total com os Robalos, tanto na superfície com os sticks…

Pevinha na Red Pepper

Pevinha no stick Red Pepper

Quanto na meia-água com os plugzinhos.

Pevinha na Bomber 13A

Pevinha na Bomber 13A

Pleffer voltando a Cultivinha

Pleffer voltando a Cultivinha

Dublês eram frequentes

Dublê de Pevitas

Dublê de Pevitas

A família toda dos tricks estavam por lá!

A família toda dos tricks estavam por lá!

De vez em quando até triblês como este:

Triblê para diferenciar

Triblê para diferenciar

Meu primeiro no Stick Spitfire da OCL. Um salve para o amigo Guto Batista o/

Meu primeiro peixe na SpitFire da OCL

Meu primeiro peixe na SpitFire da OCL

Pleffer seguia detonando com a sua cultivinha…

Pevas, pevas e mais pevas na cultivinha

Pevas, pevas e mais pevas na cultivinha

Apelei e coloquei uma Cultivinha também!

Pevinha trick na Cultiva Mira Bait

Pevinha trick na Cultiva Mira Bait

Alguns maiorzinhos também apareciam na cultiva do Pleffer

Cultiva Killer

Cultiva Killer

E lógico, o record do dia! Um salve ao grande amigo Aurélio Lucas! o/

Trick fisgado e com direito ao selo de Preula aprovada

Trick fisgado e com direito ao selo de Preula aprovada

E depois de uma série de capturas, chegou aquela famosa hora da parada. O jeito foi aproveitar para comer o bentô. Depois saindo do “riozinho do almoço”, nos deparamos com um vento soprando forte e indicando a frente fria que viria logo em seguida. O jeito foi mudar a estratégia do pincho para o jumping jig. E ainda assim capturamos algumas espécies por lá!

Pleffer e seu robalinho fisgado no jumping jig

Pleffer e seu peva fisgado no jumping jig

Carapau

Carapau

Pevinha

Pevinha

Pleffer também matando a saudade do camarão artificial no Banzai Rig.

Pevinha fisgado no sistema Banzai Rig

Pevinha fisgado no sistema Banzai Rig

E conforme o tempo ia piorando, a qualidade também ia caindo. Uma série de preulas!

Baaaagre no Banzai Rig

Baaaagre no Banzai Rig

Espraga no camarão artificial merecedora de selo Preula

Espraga no camarão artificial merecedora de selo Preula

Corvinota no Jig também!

Corvinota no Jig também!

Já se aproximando das 16:00pm, nos despedimos do canal de Bertioga antes de que a chuva nos pegasse com força total.

Final do dia do Canal de Bertioga

Final do dia do Canal de Bertioga

E assim foi mais um dia no canal de Bertioga! Desvendamos as capturas dos Robalos no pincho mesmo com as águas frias do mangue. Um dia muito divertido que serviu para testar diversas técnicas e iscas diferentes.

Um agradecimento especial ao grande amigo e guia Nê que nos deu uma bela aula dentro dos rios do canal de Bertioga e mostrou que uma pescaria somente com plugs pode ser sim muito produtiva mesmo com condições adversas.

Gastos na pescaria:

  • Barco completo + Guia: R$480,00

Guia Nê:

  • Localização: Náutica Chinen – Km 18 da Estrada Guarujá-Bertioga
  • Telefone: (13) 99795-3280

Abraços e boas pescarias!

André Nagae.

  • Augusto Baptista

    Top Nagae !!! Logo mais faremos uma pescaria com o Nê, e levarei um arsenal de novas e já consagradas OCl

    • fishingstories

      Boa Guto! Valeu!! Com certeza ainda vamos arrebentar neste inverno.
      Abração!

  • Diego Ito

    Parabéns Nagae Sam! Como sempre vídeos de muita qualidade. Agora que esse suporte novo é um trambolho ah é rsrsrsrsrs. Boas fisgadas!

    • fishingstories

      Fala Diego, beleza?
      Muito obrigado pelo comentário!
      Putz nem me fale do trambolho.. mas antes de reclamar bastante dele, quero ver como fica uma briga com um peixe registrado por ele hehehe.
      Abração!

  • Lincoln Donizete Gabriela Merc

    Show de pescaria, sou fã desses caras… Mas a melhor parte foi a música do “Super Mario World” do video kkkk

    • fishingstories

      Grande Lincoln! Valeu cara! Hahahaha
      Acho que ajustei o segundo vídeo aqui, agora deve estar funcionando 🙂
      Abraços!
      Nagae

      • Lincoln Donizete Gabriela Merc

        Puts, agora sim, mostra pro pessoal do pesca alternativa como se pega robalo sem corte no video kkkkk,

        Parabéns…

  • Decio Serra Neto

    Parabéns pela pescaria nagae.. mesmo com água gelada ainda rendeu muitas ações…Show de pescaria… mas mancada chamar o trickinho e a corvinha de preula kkkkkk
    Video ficou muito bom… musica dando uma emoção extra

    grande abraço e continue com o bom trabalho

  • Arturo Kleque Gomes Neto

    Grande pescaria, parabéns!!!

    O video do Octopus ficou massa tb! Rs
    Valeu
    Abs

  • Ronan

    Parabéns! Nota 10 o relato. Na parte do teste com a Gopro você estava trabalhando a Mira Bait? Achei que essa isca fosse apenas eficiente na chamadinha e percebi que você estava trabalho com recolhimento contínuo e toques de varas. Ela também é eficiente assim? Abs

    • fishingstories

      Bom dia Ronan!

      Obrigado pelo comentário! 🙂
      Na parte do teste com a GoPro estava trabalhando a isca da Yo-Zuri, 3D Minnow. Acho que para a Mira Bait, funciona melhor na chamadinha mesmo, matadeira né? Mas já peguei peixes com ela com o trabalho mais rápido, eu não tenho muito o costume de trabalhar com chamadinha, a não ser que esteja trabalhando sticks.

      Mas tudo depende da atividade dos peixes no dia. Teve ponto nesta pescaria que eles estavam atacando na caída da isca na água!

      Abraços!
      Nagae