Pages Menu

Postado por em 15 jan 2014 em Água salgada, Destaque, Fishing Stories, Points | 12 comentários

Pescaria costeira desembarcada em Camburi / Litoral Norte SP

Pescaria costeira desembarcada em Camburi / Litoral Norte SP

Bom dia amigos pescadores!

Neste sábado resolvi voltar a velha costeira de Camburi (Litoral Norte de SP) para realizar uma pescaria que planejava fazer a um bom tempo, a pescaria com varinha de mão e bóia com os pés nas pedras. Devido a experiências em algumas pescarias anteriores no próprio costão do Camburi, lembrei que tive muitas ações logo na “beirinha” de Carapaus, Sargentos e Marimbás. Por isso o foco era ir atrás desses peixes e quem sabe até encontrar um Pampo.

Costeira que divide as praias de Camburi e Camburizinho

Costeira que divide as praias de Camburi e Camburizinho

Saímos de São Paulo por volta das 5:45, e depois de pegar certo trânsito de caminhões descendo a serra, chegamos a praia de Camburi as 8:00. Por lá encontramos a praia ainda vazia e o tempo aberto, indicando que teríamos muito sol pela frente…

Não perdemos tempo e já seguimos rumo a ponta do costão. Através de uma rápida trilha de uns 15 minutos, é possível cortar um bom caminho para chegar a ponta do costão, sem ter que passar por milhares de pedrarias bem chatas de se caminhar.

Trilha para chegar até a ponta do costão.

Trilha para chegar até a ponta do costão.

E logo depois da trilha nos deparamos com a linda paisagem do costão de Camburi.

A bela paisagem vista do costão de Camburi.

A bela paisagem vista do costão de Camburi.

A idéia era pescar durante o período da manhã até o almoço, até mesmo para não fritarmos com o calor que vinha do sol e das pedras. O bom é que teoricamente este seria o melhor período para se pescar, já que a maré subiria a partir das 8:00 até as 13:00, portanto pegaríamos a subida inteira da maré.

Com a maré baixa era possível identificar as estruturas da costeira

Com a maré baixa era possível identificar as estruturas da costeira

O dia era realmente muito promissor, e para quem foi navegar como os amigos Banzai e Pleffer, as condições eram ótimas com este mar liso que estava.

Mar liso permitindo uma boa navegação

Mar liso permitindo uma boa navegação

Bom, chega de papo e vamos ao que interessa, a pescaria!

Fishing Stories

Fishing Stories

Logo fomos montando os equipamentos, que nada mais eram do que varas lisas de 4,5m na tradicional montagem de bóia com anzol Maruseigo 14 e um leve chumbinho para afundar o camarão.

E logo no primeiro arremesso na espuma das pedras, fisguei algo bom que corria sem parar!

Primeira fisgada do dia!

Primeira fisgada do dia!

E para nossa surpresa os pampos já haviam encostado na costeira.

Filhote de Pampo Sernambiguara

Filhote de Pampo Sernambiguara

Nunca havia pescado pampo na varinha lisa, e está aí a prova de que essa técnica na costeira realmente funciona!

Em seguida fisguei mais um valente Pampinho, que rendia uma ótima briga no equipamento light.

Brigando com um pampinho na varinha lisa

Brigando com um pampinho na varinha lisa

Mais uma pequena Sernambiguara fisgada!

Mais uma pequena Sernambiguara fisgada!

Sernambiguara

Lindo e valente peixe!

Devido as ações no canto que eu estava, meus primos encostaram para tentaram também fisgar os seus Pampos, e não deu outra…

Ricardo com um belo Pampo Galhudo

Ricardo com um belo Pampo Galhudo

Alan com a maior "Sernambiguinha" do dia!

Alan com a maior “Sernambiguinha” do dia!

Fora os Pampos, alguns outros peixes nativos estavam infestados no local, assim como os tradicionais Sargentos da costeira.

Ricardo com um belo Sargento fisgado na varinha lisa

Ricardo com um belo Sargento fisgado na varinha lisa

O velho morador das pedras Amboré, fisgado e colocado em nosso aquário natural

O velho morador das pedras Amboré, fisgado e colocado em nosso aquário natural

As ações desses pequenos na costeira eram a todo momento, a diversão estava garantida!

Sérginho, Alan e Eu com um triblê de Sargentos e Amboré

Sérginho, Alan e Eu com um triblê de Sargentos e Amboré

Uma breve pausa para o café da manhã…

Nagaes Team! Sérginho, Ricardo, André e Alan

Nagaes Team! Sérginho, Ricardo, André e Alan

Uma pausa para admirar a paisagem do costão e o belo dia que fazia.

Costeira de Camburi

Costeira de Camburi

E de volta ao trabalho!

Alan, Ricardo e Serginho voltando a pescaria

Alan, Ricardo e Serginho voltando a pescaria

Nisso tentamos jigar um pouco com jumping jigs leves de 10gr a 15gr e também arriscamos o jigHead com camarões pequenos, porém sem sucesso. Acredito que por conta da maré não estar na altura devida, não conseguimos acertar bem os points e achar o peixe de boca aberta. Mas com certeza é um point muito promissor para tentar as artificiais.

Então o jeito foi adaptar o material de Jig para o bom e velho material de Linguiceiro! Isso mesmo, chicotinho de camarão morto nunca falha certo?

Na mosca! Logo nos primeiros arremessos com o equipamento de molinete e chicote, o Alan acerta um baita Parati-Barbado, nunca vi desse tamanho!

Parati-Barbado fisgado pelo Alan, com quase 1kg!

Parati-Barbado fisgado pelo Alan!

Em seguida o Serginho também resolveu arriscar com o equipamento Linguiceiro e acertou uma bela Salema, também moradora dos costões.

Salema fisgada pelo Serginho

Salema fisgada pelo Serginho

Mas o dia era realmente do Alan, além de ganhar o prêmio de maior peixe, ganhou o troféu variedade fisgando este belo Sargo-de-beiço.

E aproximando das 13:00, com muito sol na cabeça, resolvemos nos render ao dia de pescaria e encerrar mais uma jornada em Camburi.

Final de pescaria em Camburi

Final de pescaria em Camburi

A missão de testar as varinhas lisas na costeira havia sido cumprida com sucesso! Em todas as minhas idas a essa costeira nunca saio decepcionado, pelo contrário, sempre com boas surpresas de novas espécies de peixes que podemos encontrar neste local. Que além de ser de fácil acesso, permite uma pescaria segura nas rochas planas da costeira. Com certeza terão muitas outras pescarias neste point promissor que é Camburi.

Final de pescaria em Camburi

Final de pescaria em Camburi

 

Equipamentos utilizados:

1. Conjunto de vara de mão

. Varas telescópicas de 4m a 5m;

. Bóia;

. Chumbo de 5gr para auxiliar o camarão a afundar;

. Anzol Maruseigo 14 ou Chinu 10;

Conjunto de varinhas de mão

Conjunto de varinhas de mão utilizados na pescaria

2. Conjunto para light jigging (jumping jig e jighead), posteriormente adaptado para linguiçar

. Vara de 6’6″ ação rápida

. Molinete 2500

. Linha Multi 15lb

. Iscas: NS Jumping Jig Dunn 10gr. Cores: preto com laranja, preto com rosa // NS Ebi 7,5cm. Cores: verde limão, violeta

Conjunto para light jigging

Conjunto para light jigging

E foi isso aí pescadores! Espero que tenham gostado deste relato e se precisarem de informações de como chegar a este costão, é só escrever aqui nos comentários.

Grande abraço e boas pescarias!

André Nagae.

  • Marcio Espinosa Garcia

    Okapari Fishing !!!

  • Tiago Pleffer

    Senssacional Nagae, preciso te apresentar bertioga, toque-toque e barra do una, outros excelentes points de costão, mas com maior profundidade e eventualmente maiores peixes!
    To louco por uma pescaria de costão… mas sabe que nunca usei boia na varinha lisa ? rsrsr sempre pesquei de fundo mesmo, enrrosca mais porém costuma render mais…
    Abração…
    Pleffer.

  • Augusto Baptista

    muito bom Nagae !!! Essa varinha response é show de bola !!!

  • Decio Serra Neto

    Parabéns pela pescaria Nagae ^^

    Boa variedade e no equipamento leve da trabalho ^^

    abraço

  • Leonardo Castilho

    Que baita pescaria legal, me lembrou da época que ia pescar com meu pai nos costões, enquanto o pessoal ficava na praia. Vou bem perto de Camburi sempre e nunca tinha pensado em pescar de novo em costões, até pq agora com as iscas artificiais fica difícil querer fazer uma pescaria linguiceira, mas com vara de mão acho que vale muito a pena pela esportividade e brigas que deve dar.

    • Tiago Pleffer

      O segredo leonardo é usar artificiais na vara de mão, ja tentei nos costões do una e o resultado é muito bom ! sem falar que no verão o pincho com as lampejos 70 sempre rende…rsrsrs

      para vara de mão o esquema é camarão pequeno tipo monster p ou flex de 5.5 cm e ir trabalhando que o peixe vem ! hehe

  • Alexandre Bertin

    Gostaria muito de participar de uma pescaria com vocês.
    Alexandre Bertin. ab.alemao@gmail.com

  • Eder Ribeiro

    Bom demais!!

  • Anselmo TK

    Show!!!!

  • Matheus Taraia

    Show de pescaria muito bom brigar com os pequenos nas varas de mão…..

  • vitor

    Nagae, como faço para chegar neste costão?

  • marcio

    como faço pra chegar nesse local ?

  • Pingback: 3 tipos de pescarias desembarcadas | Fishing Stories()