Pages Menu

Postado por em 28 jun 2013 em Água salgada, Destaque, Fishing Stories | 17 comentários

Pescaria de Inverno no Perequê @ Guarujá

Pescaria de Inverno no Perequê @ Guarujá

Boa tarde amigos pescadores!

E neste último domingo (23/06/2013), descemos mais uma vez para o Perequê para pescar em alto mar com o Fernando.

Como na semana passada os amigos Pleffer e Banzai haviam pegado muito peixe por aquelas bandas, eu estava confiante de que algo bom nos aguardava por lá ainda!

Então, data reservada e bora pescar!

Praia do Perequê as 7am

Desta vez, quem foi pescar conosco foram meu Tio e minha irmã, mas que devido a ficarem mareados e passarem mal a bordo, acabaram nem pescando mesmo, uma pena.

Pier com a obra parada na praia do Perequê

Não sei se devido ao frio e as condições adversas, não haviam muitos barcos saindo para frete neste dia. E também infelizmente não encontramos nenhum barco de arrasto pescando por lá, o que nos forçou a comprar camarão congelado para usar como isca mesmo.

Prestes a embarcar!

Como a temporada de Sororoca estava muito boa, nada melhor do que aproveitar o trajeto do barco para trabalhar algumas iscas artificiais no currico.

E então o Fernando nos ajudou bastante e fez a sua rota passando mais perto da ilha do Arvoredo. Local com muita estrutura de pedras no fundo.

Ilha do Arvoredo

As iscas que nós estávamos utilizando no currico eram as XRAPs da Rapala, nas cores Silver Blue e Purple Ghost, encomendadas pelo grande amigo Banzai!

Iscas novas para tentar a Sororoca! XRaps: Silver Blue e Purple Ghost

Enquanto meu pai usava a Silver Blue, tratei de colocar a Purple Ghost na esperança de alguma Sororoca bater no trajeto do Arvoredo.

Colocando as iscas novas para trabalhar!

Uma puxada com descarregada de linha, mas logo em seguida quando o barco parou, só o peso morto continuava na ponta da linha. Então eu já não tinha sombra de dúvidas que era ela mesmo, espraga.

Peixe espada pego na isca XRap (Purple Ghost) curricando.

Continuamos o trajeto curricando, mas sem ação, até chegar no point indicado pelo Fernando. Aproximadamente com 16 metros de profundidade no cascalho do Perequê.

Point da pescaria, aproximadamente nos 15 metros do cascalho.

A manhã seguia fraca, com pouquíssimas ações na sardinha, e no fundo hora ou outra algum miúdo roubava as iscas. Até que finalmente o primeiro peixe subiu. Uma pescadinha amarela!

Primeiro peixe do dia, pescadinha amarela

Mais algumas 2 subiram também lá no fundão, mas tava fraco mesmo.

De vez em quando uma espada ou outra batia na sardinha boiada. Mas estavam muito manhosas para comer!

Espraga pego pelo Fernando

Até que por volta das 11am, a vara que estava com sardinha na meia água (8, 9 metros) enverga bruscamente e começa a tomar muita linha com cabeçadas.

Eis que o meu pai levanta um dos maiores baiacu arara que já vi na minha frente. Belo peixe na casa dos 3kg!!

Baiacu Arara gigante de 3kg pego pelo meu pai.

Eu fiquei com inveja e quis um registro também hehehe…

Também fiquei com inveja e quis bater uma foto com o bichão! kkk

Pouco tempo depois, tentando pegar as corvinas, meu pai tem uma ação mais forte e levanta um peixe que não estamos acostumados a ver nessa época. Um belo cação lixa.

Engraçado que eu só tinha capturado esse peixe na superfície durante o verão, talvez eles prefiram o fundo no inverno. Mas de qualquer maneira, foi uma bela surpresa rever esse peixe tão bonito que é o cação.

Fora de época, o cação lixa também apareceu por lá.

Detalhe do olho do cação, peixe muito bonito!

Já no horário da famosa parada do peixe, geralmente das 12h as 13h, o fernando insistiu para que déssemos mais uma persistida naquele point, pois era aonde tinham pegado as corvinas durante a semana. E não demorou muito até que ele mesmo provasse que estava falando a verdade e levantou uma corvina bonitinha pra animar!

Finalmente a roncadora surge lá do fundão! Fernando captura a primeira corvina do dia.

Eu também dei uma insistida no camarão no fundo e garanti a minha.

Eu também garanti a minha, embora tenha vindo com o rabo com defeito :(

Mas que veio com defeito :S Deve ter sido atacada por algum espraga e estava com o rabo em processo de cicatrização.

Rabo da corvina em processo de cicatrização.

Mas meu pai não estava pra brincadeira e tratou de logo em seguida pegar a corvina troféu do dia!

Uma bonita roncadora de 2kg!

E a corvina troféu pega pelo meu pai!

 

E foi isso aí pessoal!

Pescaria com poucas ações, mas que no decorrer do dia nos rendeu boas surpresas em tamanhos e variedades de peixe.

A Sororoca ainda não foi desta vez, mas espero que tenha uma me esperando nesse marzão durante a temporada de inverno. 🙂

Fim de pescaria no Perequê

 

Bom final de semana e boas pescarias!

André Nagae.

  • Marcio

    Rabo com defeito foi boa… huahua

  • marcel

    Bela pescaria Nagae…
    Qto pagaram no aluguel do barco ali no pereque? para qtas pessoas?
    Se tiver e puder passar o contato do marinheiro…
    Valeu!

    • Anônimo

      Boa noite Marcel!
      Obrigado!
      Geralmente faço as minhas pescarias com o Fernando com até 4 pessoas, quantidade que acho mais confortável para pescar. Sem ocorrer a chance de enroscar nas linhas e também de garantir uma boa posição para pescar no barco para todo mundo.

      Sai em torno de R$350,00. Mas alguns amigos meus já fizeram pescaria em até 6 pessoas no barco, que acredito que seja o limite. Aí o valor deve subir um pouco mais.

      Mas recomendo bastante o Fernando, não só pela limpeza e boa estrutura do barco, mas por ser uma pessoa muito responsável, competente e honesta.

      Segue o contato do Fernando (japonês)! (13) 3353-2258

      Abraço e boa pescaria!
      Nagae.

  • Vitão

    Belezinha Nagae..
    Vou pesca dia 06/07 no pereque vc teria alguma dica de montagem para pesca de curvina com camarão e outros peixes com sardinha ??
    Um grande Abraço

    • Anônimo

      Fala Vitão, beleza e você?

      Opa! Que legal cara, vai sair com quem lá?

      Quanto a montagem para pesca de corvina, eu uso basicamente como se fosse uma montagem de praia, ou mini pargueira. Ou seja:

      1. Girador

      2. Chicote de 70cm com 2 pernadas sendo, a de cima com 15cm e a de baixo com 20cm perto do chumbo para que a pernada fique com a isca encostando no chão (as corvinas costumam fuçar o fundo do cascalho e areia, por isso essa montagem é mais efetiva para elas).

      3. Para as pernadas costumo usar os anzóis, Circle Hook nº2 ou Wide Gap (robalo) nº1.

      3. Chumbo no formato Gota ou Piramide para poitar ao fundo.

      *Dica nº1: Para tentar as grandes corvinas, na pernada de baixo, coloque num mesmo anzól, 2 ou 3 camarões inteiros atravessados. Elas costumam engolir tudo.

      *Dica nº2: Caso a produtividade esteja fraca com os peixes de fundo com camarão, passe a utilizar no chicote de cima filet de sardinha amarrado com Elastricot. Foi assim que esse cação foi capturado.

      —————-

      Para a montagem de peixes com sardinha, uso basicamente 3 montagens:

      1. Linha boba: Que consiste na utilização da sardinha, inteira ou meia, amarrada diretamente na linha principal, de preferência com um líder, castroador e uma presilha para facil substituição. Essa montagem rendem os peixes mais de superfície até os 4 metros de profundidade. Tais como: Baiacu, Bicuda, Dourado, Sororoca, etc..

      2. Chumbo Redondo + Líder + Sardinha: para a pesca vertical na meia água (10 metros) e fundão. Essa montagem é famosa por capturar espadas. Mas nada impede de aparecerem outros peixes.

      3. Bóia + Chicote + Sardinha: Consiste em usar o mesmo esquema da linha boba, porém com uma bóia anexada em um girador triplo. Costuma ser o esquema para Prejerebas, dourados, baiacus e outros de superfícia.

      *Detalhe: Todas as montagens com sardinha eu uso a garatéia com escastroado de aço.

      Acho que é isso aí!

      Em breve vamos lançar no blog algumas montagens com fotos mais explicativas.

      Boa pescaria amigo!

      Abração,

      André Nagae.

      • Vitão

        Valeu Nagae !! Eu vou sair com o Marcos Piloteiro do Waldir pescarias, e a segunda fez que vamos com ele !!! A ultima pegamos bastante corvinas e bicudas.

        Vou tentar curricar tanbem pra ver se entra alguma sororoca.Costumo muito ir pesca na Queimada grande sou novo ai no Pereque.

        Agradeço pelas informações maninho.. Abraço

        • Anônimo

          Fala Vitão!
          Opa legal cara, eu não conhecia o Marcos e Waldir ainda, mas bom saber que tem mais gente bacana para pescar por lá!

          Curricar é uma boa mesmo! Procure explorar o trecho em que vocês passam na mesma linha da ilha do arvoredo. Se tiver dúvidas sobre esse point, com certeza o Marcos vai saber te localizar.

          Foi nessa faixa que o amigo Banzai pegou uma Sororoca de 2,5kg. Brigou muito!

          Boa sorte na pescaria lá Vitão!
          Depois me fale como foi!

          Abraços,
          Nagae.

          • Vitão

            Salve Nagae…

            Vou te dar os números 13 corvinas, 5 pescadas,8 espadas ( 4 foram corricando com rapala magnum ) teve 3 raias tanbem que deicharam o pessoal com os braços mole !!! Pegamos um douradinho mais era bem pequeno e soltamos. Estávamos mais para fora pescando nos 18 metros. Foi bem bacana a pescaria, dia incrível com boas rizadas e algumas cervejinhas rsrsrs. Abraço maninho

  • Reinaldo

    Nagae você saberia me dizer qual profundidade que a sua isca da Rapala nada? Eu fui em uma loja, mas não souberam me dizer, olharam na caixa e tal. Eu vou pescar na Argentina e eles utilizam uma isca própria, mas eu lembrei da Rapala que é uma ótima isca também. Obrigado, Reinaldo

    • Anônimo

      Essas Rapalas XR10, quando trabalhadas no currico a isca nada na profundidade de 1 a 3 metros no máximo. São ótimas para peixes como a Sororoca, Dourado e Prejerebas que costumam atacar na superfície.

      Apesar de ter um custo alto, as iscas da Rapala são impecáveis. 🙂

      • Reinaldo

        Obrigado, pelo retorno. É que neste caso valeria a pena, pois lá na região não tem para vender essa isca especifica e os donos da pousada cobram uma facada. Mas é verdade, o preço é salgado, creio que gira em torno de R$ 100,00. Eu vou perguntar para o dono da agência de turismo, saberia me dizer qual profundidade que as iscas da Argentina chegam.

  • Reinaldo

    Em relação as pernadas, você faz um nó direto na linha? Uma vez eu fiz, mas o nó escorrega. Você faz com girador de três pernas, quantos centímetros você deixa entre o anzol e o chumbo? Será que o esquema chumbo redondo, com uma pernada será eficaz para as corvinas também? Obrigado, Reinaldo

    • Anônimo

      Nas minhas pernadas para pescar corvina e peixes de fundo no Cascalho, costumo fazer o nó direto na linha mesmo, com a função de servir como um “stop” para o rotor que une a pernada. Não costo muito de usar o girador de 3 pernas por ser mais trabalhoso e gastar mais material. Prefiro o sistema de rotores com engate rápido, o que facilita bastante na troca de anzól.

      O esquema de anzol e chumbo redondo funciona também! Aliás é o esquema que o amigo Banzai usa para pescar lá no Perequê.

      Em breve postaremos essas montagens.

      • Reinaldo

        É que quando tem cão (não sabe) caça com gato rs. Irei aguardar como você faz o nó, o esquema em novas matérias. Obrigado.

  • Reinaldo

    Nagae, muito bonito o visual. Quantos barcos, me surpreendi com a quantidade rs. Qualquer dia, irei pescar com o Fernando. Mas eu preciso ir um dia lá, para saber como chegar. Como encontrar o barco dele, ou a pessoa dele entre vários barcos, você costumam marcar um point ou é só perguntar por ele? Essa pescaria foi bem legal né, teve bastante variedades. Obrigado, Reinaldo

    • Anônimo

      Valeu Tuco!
      Quanto a isso pode ir sossegado. É só você marcar um ponto de encontro com ele lá no Perequê que não tem erro. E também, todo mundo o conhece naquela região.

      Abs.

  • claudio

    Bela pescaria, em breve estarei fretando um barco desses para fazer uma pescaria nessa região. valeu