Pages Menu

Postado por em 22 out 2013 em Água salgada, Destaque, Fishing Stories | 6 comentários

Pescaria na Costeira de Ilhabela

Pescaria na Costeira de Ilhabela

Olá amigos pescadores! Neste sábado 19/10/2013, programei uma saída com o grande amigo Márcio, que costuma fazer pescarias em toda região de Ilhabela. O nosso alvo eram os peixes de costeira, em especial os Pampos (meu sonho fazer uma pescaria com esse foco), Galos, Sargos e quem sabe Anchovas.

Rio Juqueriquerê.

Partindo do Rio Juqueriquerê.

Partimos de São Sebastião aproximadamente as 7:00, a lancha uma Fishing de 24′ e os companheiros de pesca seriam o próprio Márcio e seu e agora meu amigo Benê.

Benê e Marcio na lancha.

Benê e Marcio na lancha.

Navegando passamos por uma agitação incomum na água, que indicava peixes na superfície. Tentamos arremessar por lá, mas não houve nenhuma ação, então continuamos para o primeiro destino: o ilhote da Serraria.

Ilhabela, sempre bela.

Ilhabela, sempre bela.

O equipamento era composto de varas de aproximadamente 6′ com molinete e a isca principal do dia seria o Tube Jig (mais conhecido pela marca Got-cha), o Jig Pac (ou lulinha) e por último o meu vício: softbait de camarão.

Não demorou muito até o Márcio tirar o dedo, com um belo Carapau.

Marcio tirando o dedo com um Carapau na Got-cha!

Marcio tirando o dedo com um Carapau na Got-cha!

Após alguns arremessos sem sucesso, e com os outros 2 do barco tentando os tube jigs, eu decidi testar o camarão artificial, na montagem de sempre: Banzai Rig. Então foi minha vez de tirar o dedo, também com um belo Carapau, como eu curto esse peixe!

Tirando o dedo com um peixe muito esportivo!

Tirando o dedo com um peixe muito esportivo!

As ações continuaram com outras pequenas espécies, até que 1 captura diferente mereceu registro, um Budião Arara muito grande e com uma coloração diferenciada fisgou na Got-cha do Marcio.

Primeiro Budião-Arara do dia, enorme para a espécie.

Primeiro Budião-Arara do dia, enorme para a espécie.

Pouco depois algo curioso, o Márcio arremessou e pegou algo na Got-Cha e eu no Camarão, ao embarcarmos eram 2 Budiões-Arara idênticos! Tinham uma coloração bem mais escura do que estou acostumado a ver quando mergulho, cerca de 1,5kg e deveriam ser irmãos/casal.

Budião Arara enorme pego pelo Marcio na Got-cha.

Budião Arara enorme pego pelo Marcio na Got-cha.

E o irmão gêmeo pego por mim! rs

E o irmão gêmeo pego por mim! rs

A pescaria seguia com poucas ações que renderam mais alguns peixes como esses. Após uma diminuída nas ações, fomos em direção a Ponta da Pirabura que com a maré super baixa, já desanimava só de ver. Então decidi iscar um camarão Big M da Monster para ver se acertava algo maior (e consegui).

Camarão Big M que durou 2 arremessos, foi levado por um "Enrosco de Medida!" kkk

Camarão Big M que durou 2 arremessos, foi levado por um “Enrosco de Medida!” kkk

Percebemos que com a maré baixa daquela forma as pedras em geral estavam fracas de ação, então decidimos ir a um bom cascalho na faixa do 80m tentar as pargueiras. Porém ao chegar, mesmo com chumbo de 1kg, a correnteza e o vento não deixavam a isca chegar bem ao fundo. Insistimos um pouco, mas sem sucesso nenhum! O Benê pescou uma espada, era o sinal de que era melhor voltar a Costeira.

Farol da Ponta do Boi.

Farol da Ponta do Boi.

Nos aproximamos do Farol da Ponta do Boi, descemos pargueiras em parcéis e continuava fraco.

Sushi na pausa para a refeição!

Sushi na pausa para a refeição!

Até que almoçamos e encaramos novamente a Pirabura, rodaríamos a região em busca dos peixes! A vantagem de pescar de lancha é a rapidez que podemos mudar de ponto, isso vale cada centavo. A partir daí começou o Festival Internacional dos Jaguariçás. Era jogar o camarão e trabalhar um pouco que já vinha a batida, o tamanho já era bem acima dos que estou acostumado a pescar em outras regiões, o que rendia uma ótima briga e diversão.

E o troféu do campeão-mundial da pesca de Jaguariças vai para: BANZAI!!!

E o troféu do campeão-mundial da pesca de Jaguariças vai para: BANZAI!!!

Outra espécie que estava super ativa era a Garoupa, não tão grandes, mas muito briguentas!

Uma das muitas garoupas que acertei.

Uma das muitas garoupas que acertei.

Taí um tipo de pescaria que pretendo repetir inúmeras vezes, arremessar as iscas no meio da quebradeira dos costões é algo quase indescritível, com peixe então?! Nem se fala!!!

Estilo de pesca muito legal que exige um bom piloto na embarcação!

Estilo de pesca muito legal que exige um bom piloto na embarcação!

Marcio insistindo na Got-cha e trazendo boas surpresas, como essa Garoupa.

Marcio e uma Garoupa pega com  a Got-cha.

Marcio e uma Garoupa pega com a Got-cha.

Já no meio da tarde, algo bateu mais forte e rendeu uma boa briga. Eu não sabia o que era exatamente, mas na hora que apareceu o coração já disparou: Era o tão sonhado Pampo! 😀 Depois de algumas corridas, ele finalmente subiu.

Objetivo alcançando com esse lindo Pampo.

Objetivo alcançando com esse lindo Pampo.

Como pescador não é bobo, o Benê resolveu copiar a minha montagem de camarão. Poucos minutos depois, ele engata um maior que o meu!!!

Benê e o Pampo pego no camarão de borracha.

Benê e o Pampo pego no camarão de borracha.

Foi o suficiente para o Márcio também partir para a soft, mas o último bom peixe no camarão foi meu.

Lindo Galo, mesmo com a grande distância foi possível ver o prateado atacando minha isca.

Lindo Galo, mesmo com a grande distância foi possível ver o prateado atacando minha isca. Virou capa! 😀

Voltando ao Jig Pac da NS, o Márcio acertou um Sargo-de-Beiço enorme! Bela briga! Essa cor de jig lembra a cor das cracas e mariscos que os peixes se alimentam nos costões.

Marcio e seu Sargão pego com Jumping Jig.

Marcio e seu Sargão pego com Jumping Jig.

Ao fim da tarde, partimos novamente para a costeira do Farol da Ponta do Boi em busca das Anchovas, mas aparentemente elas estavam de folga :S. E assim terminou a pescaria, num ótimo dia com muitas ações, braço doendo de tanto arremessar e pegar peixe!

Partindo de volta para marina, de alma lavada .

Partindo de volta para marina, de alma lavada .

*Apesar do Marcio não trabalhar como Guia de pesca, demonstrou grande habilidade e conhecimento em todos os pontos de pesca do lado norte da ilha no qual foi realizada nossa pescaria. É uma nova opção para você que deseja passar um ótimo dia de pescaria a bordo de uma lancha nova e e toda equipada com sonares e GPS.

Recolhendo a bela Fishing.

Recolhendo a Fishing com o nome mais lindo possível: BANZAI. Apesar de eu não ser o dono, ao menos já pesquei nela! Incrível coincidência kkkkk

Material utilizado:
Costeira com Jig e Camarão
vara 25 lb 6′
multi 25lb
leader 30lb
Camarões Soft de 8cm para cima
Chumbos de 15g para cima

  • Sergio

    Show de pescaria! Coloca o contato do guia ai pra gente!

  • Marcelo Passamal

    arre… que pescaria boa! caramba tambem quero fazer uma dessas hhehe

    Em parte… a equipe fishingstories é responsavel pelo meu novo vicio… PESCAR…

  • Fernando Debiasi Basqueroto

    Pescaria boa!… parabéns!

  • Show de bola