Pages Menu

Postado por em 30 abr 2015 em Água doce, Destaque, Fishing Stories | 0 comentários

Pescaria na Represa de Igaratá 20/04

Pescaria na Represa de Igaratá 20/04

Bom dia amigos pescadores!

Para adoçar um pouco a tralha de pesca, estive de volta à represa de Igaratá para pescar com o amigo William (NS) e o mestre guia Ricardo Gavazzi.

O dia escolhido foi 20/04, uma segunda-feira emenda de feriado de Tiradentes. A saudade em rever os amarelos de Igaratá era enorme e claro de colocar a boa conversa de pesca e o treino de pincho em dia.

William e Gavazzi

William se atualizando das condições da represa com Gavazzi

Às 8am pontualmente, horário o qual a Náutica Castelinho abre, os funcionários a pedido do Gavazzi rebocam sua embarcação para colocar na água.

São raras as vezes que pesco a bordo de uma Quest, e é incrível a velocidade e o conforto que se tem pescando em uma embarcação dessas. A máquina do Gavazzi é completinha, equipada de motor 90HP, sonares e motor elétrico com comando por pedal.

Bela embarcação do guia Gavazzi

Bela embarcação do guia Gavazzi

Descendo a rampa rumo ao píer de embarque, notamos o baixo nível da Represa de Igaratá. Mas segundo Gavazzi, a cada noite que passa a represa chega a subir 10cm devido as fortes chuvas dos últimos dias. Um bom sinal para a breve recuperação da represa.

De cima da Náutica Castelinho pudemos observar o nível da Represa de Igaratá

De cima da Náutica Castelinho pudemos observar o baixo nível da Represa de Igaratá

Em pouco tempo de navegação estávamos no primeiro ponto de pesca.

Testando as iscas e o equipamento, acabei fisgando o primeiro Tucunaré do dia. Pequeno mas um valente peixe que atacou a isca 3D Minnow da Yo-Zuri.

O primeiro Tucuna do dia que atacou a 3D Minnow da Yo-Zuri

O primeiro Tucuna do dia que atacou a 3D Minnow da Yo-Zuri

No mesmo ponto, Gavazzi fisga um belo Jacundá na isca de meia-água.

Logo Gavazzi pegou um Jacudá na meia-água

Logo Gavazzi pegou um Jacudá na meia-água

Mas como apenas milhões de filhotes estavam na área, Gavazzi resolveu nos levar para explorar outros pontos da represa.

A bela represa de Igaratá

A bela represa de Igaratá

Mesmo com as fortes chuvas o nível ainda está muito abaixo do normal.

Mesmo com as fortes chuvas o nível ainda está muito abaixo do normal.

Chegando em uma das grotas, Gavazzi nos dá uma verdadeira aula de pincho com a sua isca Realis Rozante da DUO. Um belo Tucunaré para a foto!

Mestre Gavazzi e um belo Tucunaré capturado na isca Reallis Rozante

Mestre Gavazzi e um belo Tucunaré capturado na isca Realis Rozante da DUO

Tucuna do Gavazzi e ao fundo William se empenhando nos pinchos

Tucuna do Gavazzi e ao fundo William se empenhando nos pinchos

Tentei de tudo quanto é jeito, no popper, na zara, no jig e também persistindo nas iscas de meia-água, porém só seguia capturando os filhotes.

Até que o Gavazzi me sugeriu usar a isca que é a coringa para a represa de Igaratá, a Spin-Move Shad da EverGreen. O diferencial desta isca, que também se asemelha com a Realis Rozante, é a sua barbela longa. Trabalhando com uma vara de ação mais rápida, conseguia-se afundar bastante a isca e este fator foi primordial para capturar os maiores Tucunas.

Evergreen SM Shad

Evergreen Spin-Move Shad

Depois de aprender o trabalho correto da isca, o resultavo veio a tona!

Finalmente um Tucunaré brigador captura na Spin-Move

Finalmente um Tucunaré brigador captura na Spin-Move

Detalhe da isca de barbela longa

Detalhe da isca de barbela longa

E Gavazzi seguia detonando na Rozante! Mais um Tucunaré-Amarelo de respeito!

Gavazzi e o troféu do dia, belo Amarelinho!

Gavazzi e o troféu do dia, belo Amarelinho!

Ainda na Spin-Move capturei o meu primeiro Jacundá.

Meu primeiro Jacundá!

Meu primeiro Jacundá!

E depois de muito trabalhar os sticks, jigs, zaras, poppers e tudo quanto é isca que vocês podem imaginar, William fisgou o seu primeiro Tucunaré do dia no último minuto da prorrogação! Em qual isca? Realis Rozante. Os peixes só queriam as iscas deste perfil neste dia. Estavam muito manhosos.

Finalmente William tirando o dedo com seu Tucuna na isca Realis Rozante

Finalmente William tirando o dedo com seu Tucuna na isca Realis Rozante

Apesar de não termos pegado nada muito grande, valeu todo o dia de pescaria, aprendizado e o contato com a natureza.

Fim de pescaria em Igaratá

Fim de pescaria em Igaratá

Para quem quer ter também uma aula de pincho como essa e ainda de quebra fisgar uns Tucunas, é só entrar em contato com o Gavazzi. Um excelente profissional que recomendo a todos amigos pescadores.

Gastos na pescaria:

  • Barco completo + Guia: R$450,00
  • Pedágio Ida e Volta: R$15,60

Guia Ricardo Gavazzi:

 

Valeu Gavazzi e William pelo belo dia de pesca. E William, vem revanche por aí? É isso? Nos vemos na Black Mamba e que venham os peixes! 🙂

Abraços e boas pescarias.

Nagae