Pages Menu

Postado por em 20 fev 2014 em Água doce, Água salgada, Destaque, Pesqueiro | 17 comentários

Pesqueiro do Mingão – Suzano/SP

Pesqueiro do Mingão – Suzano/SP

Bom dia amigos pescadores!

Domingo, 16 de fevereiro, eu tinha uma saída marcada para pescar no cascalho do Perequê, mas devido a mudança brusca do tempo e a entrada da frente fria, o Cap. Fernando Itano me ligou e informou que não haveria condições para sair. Como o plano do domingo era de pescar, arranjei logo um plano B.

A convite do Akira-san, fui conhecer o Pesqueiro do Mingão, que fica em Suzano/SP. Sempre ouvi falar que nesse pesqueiro existem Tilápias muito bem criadas e de grande porte, pois então resolvemos fazer uma pescaria só de Tilápias, como nos bons e velhos tempos de Represa Billings.

Portão de entrada do Pesqueiro do Mingão

Portão de entrada do Pesqueiro do Mingão

O Mingão é um daqueles pesqueiros tradicionais que tem uma infra-estrutura básica para atender os pescadores. Não é nenhum gigante do porte do Maeda, mas atende muito bem. Possui uma lanchonete, lojinha de iscas e pelo pesqueiro todo encontramos essas coberturas munidas de churrasqueira e mesa de apoio.

Estrutura do pesqueiro que é permeado por casinhas com churrasqueira e cobertura

Estrutura do pesqueiro que é permeado por casinhas com churrasqueira e cobertura

Ao todo são 6 lagos interligados, que possuem os mesmos tipos de peixes (Pacu, Tamba, TIlápia, Traíra, Carpa, etc…).

A vantagem desse pesqueiro é que você não é obrigado a consumir lá, então fica livre para levar o bentô, churrasco e bebidas.

Um dos 6 lagos do Mingão

Um dos 6 lagos do Mingão

Como os lagos são grandes e se distanciam razoavelmente uns dos outros, o pesqueiro disponibiliza carrinhos de mão para o transporte de equipamentos. Tudo bem que tem pescador que utiliza pra transportar o samburá cheio de Tilápias, haha!

Carrinhos de mão que ficam a disposição dos pescadores, para carregarem as tralhas.

Carrinhos de mão que ficam a disposição dos pescadores, para carregarem as tralhas.

Logo pegamos um carrinho e já fomos transportando as nossas tralhas até o point escolhido.

Alan se preparando para levar o nosso transporte de tralhas

Alan se preparando para levar o nosso transporte de tralhas

Não demorou muito tempo para começarmos a arrumação de tralhas e apetrechos, enquanto o Akira preparava a massa para pescarmos as Tilápias.

*Dica: Segundo o Akira, sempre faça a massa utilizando a própria água do lago do pesqueiro.

Eu e minha irmã fazendo os preparativos das tralhas e Akira-san preparando a massa.

Eu e minha irmã fazendo os preparativos das tralhas e Akira-san preparando a massa.

Tralhas e iscas prontas, bora pescar!

Em pouco tempo já estávamos com os equipamentos na água!

Em pouco tempo já estávamos com os equipamentos na água!

Com o tempo nublado, o Akira nos disse que as Tilápias costumam atacar bem na superfície. Logo ele jogou alguns punhados de ração flutuante e os peixes já subiram para mostrar a cara.

Rebojos das Tilápias na ração de superfície

Rebojos das Tilápias na ração de superfície

Utilizando ração curtida na pinga, para melhor fixação no anzol, Akira tira o dedo com uma bela Tilápia.

Akira tirando o dedo com uma bela tilápia

Akira tirando o dedo com uma bela Tilápia

Também aderi a técnica, e na robaleira improvisada fisgo a minha primeira do dia!

Robaleira adaptada envergando com as ações das Prejelápias

Robaleira adaptada envergando com as ações das Prejelápias

Estava acostumado a pescar de varinha de mão só na Represa Billings, essa rendeu uma boa briga!

A minha primeira tilapona do dia!

A minha primeira “Prejelápia” do dia!

Logo minha irmã também captura a dela.

Minha irmã e a sua primeira Tilápia do dia

Minha irmã e a sua primeira Tilápia do dia

Só tinha “Prejelápia” de medida! Abaixo um triblê.

Triblê de Tilápias

Triblê de Tilápias

Foram diversas ações na superfície utilizando ração.

E se aproximando das 10am, o tempo resolveu fechar de vez e a grande quantidade de nuvens escuras acumuladas nos obrigou a vestir a capa de chuva e esperar o toró cair.

Tempo fechando e chuva chegando

Tempo fechando e chuva chegando

Com a produtividade caindo na superfície, o jeito foi mudar a tática e utilizar a massa no fundo.

Até que mais uma “de medida” foi fisgada.

Tamanho médio das Tilápias fisgadas, beirando 1,5kg e 45cm

Tamanho médio das Tilápias fisgadas, beirando 1,5kg e 45cm

Nunca havia pego tanta Tilápia deste porte na minha vida. Variavam de 1kg a 1,5kg com uns 45cm de comprimento.

Mas em uma fisgada mais forte ainda na, massinha no fundo, fisgo uma bruta que levou muito tempo pra se render.

Uma verdadeira Tilapona de 3,200kg e quase 60cm!

"Prejelápia" de 3,200kg capturada!

“Prejelápia” de 3,200kg capturada!

Tilápia na medida de Robalo Flecha! hahaha

Quase 60cm de Tilápia, meu record!

Quase 60cm de Tilápia, meu record!

O que chama a atenção é que as Tilápias de lá, além de serem muito graúdas, são bem saudáveis, sem quase machucados. E segundo o Akira, o sashimi delas é incrível!

Tilápona comparada as demais

Tilápona comparada as demais

E foi entre Tilápias e Prejerebas que mais um dia de pescaria já chegava ao fim.

Longe do mar e perto da capital, deu para se divertir por igual.

Famoso ditado de pescador :)

Famoso ditado de pescador :)

Abaixo os valores do pesqueiro:

Entrada

  • Homem R$35,00
  • Mulher R$10,00
  • Criança R$5,00

** Lembrando que o pesqueiro não tem estrutura para almoço, somente a parte da lanchonete com salgados e pastéis para a alimentação. Mas fica liberado para que o pescador leve comida e bebida a vontade.

Vista geral do Pesqueiro do Mingão

Vista geral do Pesqueiro do Mingão

Valeu pescadores!

Abraços e boas pescarias!

André Nagae.

  • Paulo De Tarso Dualiby

    Muito legal Nagae!
    Essas Tilápias do Nilo realmente atingem um ótimo tamanho em lagos bem cuidados. Parabéns para toda a família!

    • fishingstories

      Grande Paulo!
      Muito obrigado pelo comentário amigo!
      Abraços

  • marcelo silvestre

    Show essas “prejelápias”, parabéns Nagae por mais um belo documentário de pescaria…

  • Luciane Kuvasney Malisano

    Olá, moro na Bahia, frequentsmos um pesqueiro em Simões Filho, vc me mandaria a “receita” da isca? Usamis uma massa de farinha de trigo com água. Obrigada.

    • fishingstories

      Olá Luciane, tudo bem?

      Primeiramente me desculpe a demora para responder, estava tentando encontrar a receita original do pesqueiro, mas não obtive êxito, então entrei em contato com alguns amigos pescadores de pesqueiros e eles me deram algumas dicas para uma boa massa para tilápias.

      30% de um pacote de erva doce
      70% de carnivora P45
      – misture bem antes de adicionar água –
      – coloque 1/4 de uma banana maduríssima, quase estragada
      – misture bem, adicione agua do lago
      – o ponto da massa é uma consistência meio mole, não pode ficar muito massuda a ponto de grudar muito no anzol, o segredo é ficar levemente solta.

      *Dica: Além da banana madura, você também pode utilizar batata doce cozida, como se fosse um pure. Funciona muito bem!

      Depois nos conte se teve sucesso!

      Obrigado e abraços

      • Luciane Kuvasney Malisano

        Muito obrigada!
        Na proxima pescaria vamos experimentar!

        Enviado do tablet SamsungDisqus escreveu:  Settings

        A new comment was posted on Fishing Stories

        fishingstories
        Olá Luciane, tudo bem?
        Primeiramente me desculpe a demora para responder, estava tentando encontrar a receita original do pesqueiro, mas não obtive êxito, então entrei em contato com alguns amigos pescadores de pesqueiros e eles me deram algumas dicas para uma boa massa para tilápias. 30% de um pacote de erva doce
        70% de carnivora P45
        – misture bem antes de adicionar água –
        – coloque 1/4 de uma banana maduríssima, quase estragada
        – misture bem, adicione agua do lago
        – o ponto da massa é uma consistência meio mole, não pode ficar muito massuda a ponto de grudar muito no anzol, o segredo é ficar levemente solta. *Dica: Além da banana madura, você também pode utilizar batata doce cozida, como se fosse um pure. Funciona muito bem! Depois nos conte se teve sucesso!
        Obrigado e abraços
        10:02 a.m., Thursday March 6

        Reply to fishingstories

        fishingstories’s comment is in reply to Luciane Kuvasney Malisano:

        Olá, moro na Bahia, frequentsmos um pesqueiro em Simões Filho, vc me mandaria a “receita” da isca? Usamis uma massa de farinha de trigo com … Read more
        You’re receiving this message because you’re signed up to receive notifications about replies to lucianekuvasneymalisano.
        You can unsubscribe from emails about replies to lucianekuvasneymalisano by replying to this email with “unsubscribe” or reduce the rate with which these emails are sent by adjusting your notification settings.

  • Decio Serra Neto

    Parabéns pela empreitada Nagae… só tilapossauras ^^… saudades das tilapinhas da velha represa

    • fishingstories

      Valeu Décio!! Essas prejelápias foram ótimas de briga!
      Mas a boa e velha pescaria nos barrancos da represa são memoráveis!! Ahh saudades..

  • Hugo Heitgen Neto

    Bem legal uma pescaria old school…

    Nagae, espero não incomodar por sugerir uma pescaria para que vcs possam postar no blog. A Fazenda Kiri (que fica em Piedade) é um pesqueiro lindo, onde é possível pescar black-bass, piracanjuba e tilapia em um lago enorme, eles possuem barcos para navegar no lago e acessar os pontos de difícil acesso. acho que renderia um ótimo post.

    • fishingstories

      Fala Hugo, tudo bem?
      Primeiramente obrigado pelo comentário e também pela sugestão da matéria!
      Sempre tive a vontade de conhecer a Kiri, com certeza está nos nossos planos em fazer uma pescaria/relato por lá. Quem sabe em alguma próxima pescaria! 😀

      Abração!

  • Melina

    faltou postar o peixe de 2 cm que vc pegou!

    • fishingstories

      Ta aqui o bicho!!!

  • wellington

    eu vi na primeira foto a entrada para homem R$ 35,00 queria saber se e este valor para pague e pesque ou alem disso paga o kilo.

    • fishingstories

      Olá Wellington!
      O valor de R$35,00 é somente para a entrada e pescaria. Em caso de levar o peixe para casa, existe o valor por kilo para cada espécie.
      Lembrando que no Pesqueiro do Mingão é permitido levar comida e bebida para consumo, não sendo necessário exclusivamente consumir por lá.

      Obrigado pelo comentário e abraços.

  • william

    boa tarde. gostaria de saber se com esse tempo de frio esta pegando bem tilapia. william sp

    • fishingstories

      Olá William, infelizmente não temos ido a pesqueiro ultimamente.. mas também gostaria de saber como estão as ações de tilápia nesta época do ano. Se você tiver alguma novidade você nos dá um toque?

      Abração!

  • jose acrizio

    como funciona o pesqueiro paga 35,00 reais a entrada o peixe e livre para levar