Pages Menu

Postado por em 18 jan 2016 em Água salgada, Destaque, Fishing Stories | 0 comentários

Pincho em Itanhaém com o guia Bruno Oliveira

Pincho em Itanhaém com o guia Bruno Oliveira

Salve amigos pescadores.

Sabadão dia 09/01/2016 eu e os amigos Bruno Miura e Daniel nos reunimos em Itanhaém para a minha segunda pescaria do ano.

A lancha escolhida foi a valente Well Craft 19 pés do experiente guia Bruno Oliveira.

Logo de cara ao sair da barra uma surpresa: dia de mar liso e céu azul nos aguardava… hehehe

Mar liiiiso em itanhahem

Mar liiiiso em itanhahem

Começamos tentando umas Jigadas no parcel do sujo, porém como não renderam ações seguimos rumo a Laje da Conceição…

A bela Laje da conceição

A bela Laje da conceição

muitas traineiras pelo local...

muitas traineiras pelo local…

Na laje foi chegar e já no primeiro pincho começaram as ações…

Pincho certeiro do amigo Daniel.

Pincho certeiro do amigo Daniel com a Zig zarinha, by Nakamura.

Eu estava com uma Saruna 110 mm na cor Sardine e os companheiros estavam com Zig Zarinhas 110 mm na cor osso!

Muitos olhudos na saruna 110 cor sardinha.

Muitos olhudos na Saruna 110 cor sardinha.

entre um olhudo e outro também vinha um carapau verdadeiro...

Entre um olhudo e outro também vinha um carapau verdadeiro…

A manhã seguiu frenética com dezenas de ações de anchovas e mais de 10 peças capturadas…

Mas foi só acertar o espumeiro e elas apareceram, uma atrás da outra...

Mas foi só acertar o espumeiro e elas apareceram, uma atrás da outra…

Anchova na Saruna.

Anchova na Saruna.

Doubles eram cosntantes.

Doubles eram cosntantes.

Depois de cerca de 1 hora de pesca as ações de anchovas diminuiram, então o amigo Daniel utilizando uma Gotcha conseguiu uma bela “encrenca”.

Briga mais bruta na Gotcha...

Briga mais bruta na Gotcha…

Um belo Permit ou Sernambiquara!

Permit ou Sernambiquara...

Permit ou Sernambiquara…

Como a ideia ainda não era tentar pesca de jigginhos na pedra, seguimos rumo aos parcéis dos reis e Dom Pedro, pois era muito provável estourar de pegar anchovas por lá…

Começamos pelo Dom Pedro, tentamos umas 6 rodadas em diferentes posições e NADA! Até que numa rápida vista ao sonar o Bruno viu muitos peixes e disse, “Desce o jig” não deu outra…

Major craft para slow jigging trabalhando no parcel...

Major craft para slow jigging trabalhando no parcel…

A estreia da minha varinha Crostage para slow jigging pe 0,8 a 1,2!

Vento leste! especie deliciosa nunca antes capturada por mim...

Vento leste! Espécie deliciosa nunca antes capturada por mim…

O peixe foi um Vento Leste, primeira vez que capturo este peixe na vida, fiquei feliz pela ação mas infelizmente ele foi filho único de mãe solteira…

Insistimos ainda mais no Dom Pedro e como não houveram ações seguimos pro parcel dos Reis, onde apenas algumas bicudas seguiram a isca e uma gigante garoupa aboncanhou o shadão do Daniel, mas acabou entocada.

Ja perto das 14, de volta a Laje da conceição, tentamos o pincho de anchovas! Elas ainda estavam lá, porém devido a espuma e vento estavam mais manhosas, de modo que somente o Bruno utilizando uma T20 da rebel e num trabalho bem rápido fazendo quase a isca voar sobre a agua obteve resultados…

Eu e o Daniel enquanto isso insistíamos nos peixes costeiros e eles não se fizeram de rogados!

Muitos Galos na gotcha e sapogu...

Muitos Galos na gotcha e sapogu…

Belo pampo amarelo no sapogu!

Belo pampo amarelo no sapogu!

Fechando com chave de ouro!! Sernanbiquara no Sapogu.

Fechando com chave de ouro!! Sernanbiquara no Sapogu.

Foram mais de 15 galos capturados, além destes dois belos pampos!

Pescaria muito show! Com gostinho de quero mais!

Abração amigos pescadores.