Pages Menu

Postado por em 15 maio 2014 em Água salgada, Destaque, Pescarias | 1 comentário

Segunda Pescaria em Cananeia nas Férias

Segunda Pescaria em Cananeia nas Férias

Bom dia amigos pescadores! Depois de uma puta trapalhada pequena confusão na pescaria anterior, eu acabei levando por engano a GoPro do guia Nonô para casa. Como eu estava de férias, resolvi voltar de carro para devolver e aproveitei para passar mais 2 dias pescando por lá.

A viagem

Dessa vez optei por sair a noite de São Paulo e dormir 2 noites em Porto Cubatão/Cananeia. A pousada escolhida foi outra: Utamaru, que é um pouco mais cara, mas com uma estrutura bem maior para comportar famílias, pescadores e porque não casais?

A pescaria

Dessa vez, por conta das chuvas na região, os rios estavam com a água turva, com a maré correndo menos do que na última vez, a pescaria se concentraria nas proximidades das barras, pinchando os cercos de peixes da região. Dessa vez nos concentraríamos menos na pesca com plugs e passaríamos para o bom e velho softbait, na minha montagem favorita: Banzai Rig.

Já no primeiro cerco que paramos (inicialmente para tentar pegar iscas naturais) observamos alguns movimentos na água, o Nonô me pediu para arremessar e ver se achava algo, e logo no primeiro arremesso fui agraciado com uma simpática Anchoveta.

Pequena Anchova que comumente aparece nos canais de Cananeia.

Pequena Anchova que comumente aparece nos canais de Cananeia.

Com mais alguns arremessos o alvo do dia resolveu dar o ar da graça, mas ainda num tamanho menor do que a expectativa.

Robalinho dando o ar da graça.

Robalinho dando o ar da graça.

De acordo batíamos nos cercos, desentocávamos algum bocudo e a pescaria seguia produtiva e divertida.

Robalo Peva sempre presente nos cercos da região.

Robalo Peva sempre presente nos cercos da região.

Ainda tentando a isca milagreira da última pescaria, a Red Pepper Baby, acertei algo diferente.

Agulhão ou Timbale, precisou de uma postura ninja para sair na foto.

Agulhão ou Timbale, precisou de uma postura ninja para sair na foto.

Detalhe desse curioso peixe.

Detalhe desse curioso peixe.

E assim foi o padrão da pescaria, a cada cerco que batíamos era possível fisgar 3 ou 4 Robalos.

Diversão garantida nos cercos.

Diversão garantida nos cercos.

Bocudos mais gordinhos dessa vez.

Bocudos mais gordinhos dessa vez.

Turismo

Aproveitei para conhecer melhor a região e acabei parando na Praia do Pereirinha, ponto turístico quase obrigatório para quem viaja para lá. Trata-se de uma praia acessível apenas por embarcações, com alguma estrutura de quiosques e com agradáveis surpresas, como a presença de botos nadando bem próximos da praia.

Aproveitando para nadar um pouco na praia.

Aproveitando para nadar um pouco na Praia do Pereirinha.

E assim finalizei essa pescaria, dessa vez mais light e sem um grande troféu, mas com a alma lavada e a mente limpa já me preparando para a volta ao trabalho.

Hora de voltar para casa da segunda pescaria em menos de uma semana em Cananeia.

Hora de voltar para casa da segunda pescaria em menos de uma semana em Cananeia.

Banzai Rig e Pescadas

Foram feitas algumas capturas de pescadas nas softbaits, mas para isso o trabalho usual foi alterado. Em vez de toques sutis e rápidos, o camarão era trabalho lentamente. Essa técnica se mostrou muito mais eficiente para as pescadas, garantindo a fisgada de bons exemplares.

Equipamento Soft-Bait (molinete)
Vara 10lbs 6’6″
Multifilamento 12lbs
Leader em fluorcarbon 15lbs
Montagem Banzai Rig
Iscas: Camarões de cores variadas com chumbos de 8g e 10g.

Equipamento Bait Casting (carretilha)
Vara Custom 15lbs By AK
Multifilamento 15lbs
Leader em fluorcarbon 20lbs
Isca: Red Pepper Baby

Guia Nonô Faria

Ótimo guia da região, faz pescarias de todos os tipos, incluindo fly fishing. Seu contato: (13)99157-3663.

  • Decio Serra Neto

    Parabéns por mais uma aventura Banzai Grande abraço