Pages Menu

Postado por em 30 ago 2012 em Água salgada, Destaque, Fishing Stories, Points | 4 comentários

Surf Fishing – Praia de Boiçucanga

Surf Fishing – Praia de Boiçucanga

Bom dia amigos pescadores!

Após um longo tempo sem realizar pescaria com o pé na areia, e depois de ler um relato de pesca do amigo Banzai, fiquei com muita vontade de fazer novamente uma pescaria no estilo clássico que é o Surf Fishing. E o local escolhido não poderia ser diferente pra mim, a praia de Boiçucanga, localizada em São Sebastião, litoral norte de São Paulo.

Pé na estrada, rumo a praia de Boiçucanga / Litoral norte de SP

Pé na estrada, rumo a praia de Boiçucanga / Litoral norte de SP

 

Previsões

O dia prometia ser muito bom, com temperaturas altas, sem  chuva, pressão atmosférica estável e com a lua em nosso favor (3º dia da lua crescente). Também pegaríamos um bom horário que eu considero bom para a pesca de praia, que seria durante o período completo da subida da maré, tendo o seu reponto mais alto às 12:12, horário que já se aproxima do final da nossa pescaria de praia. Gosto bastante de pescar na subida da maré, devido aos peixes encostarem mais na beira da praia acompanhando a maré, isso consequentemente aumenta significativamente as ações e tamanho dos peixes capturados.

Previsão do tempo para o dia da pescaria (fonte:climatempo)

Previsão do tempo para o dia da pescaria (fonte:climatempo)

 

O caminho das pedras

Chegamos em Boiçucanga pontualmente as 08:00am em um trajeto tranquilo de 2 horas desde a nossa saída a partir de São Bernardo do Campo. Estava com muita saudade desses lados do belo litoral norte paulista, que reserva muitas praias bonitas e que prometem muito a serem exploradas como points de pesca. Mas como não poderia ser diferente para uma re-estreia, fui a Boiçucanga e ainda com objetivo de iniciar a minha namorada na pesca, começando pelo que eu defino como Berçário do pescador de mar, que é a pesca com os pés na areia.

Como podem ver abaixo, a visão geral da praia de Boiçucanga. O Pin Vermelho, sinaliza o local que utilizamos como point de pesca neste dia.

Panorama geral da praia de Boiçucanga (fonte: Google Maps)

Panorama geral da praia de Boiçucanga (fonte: Google Maps)

Nesta outra imagem, em um plano mais aproximado, vocês podem ver a estrada da Rodovia Rio-Santos, que passa praticamente as margens da praia de Boiçucanga, sinalizado com o Pin Azul . Logo na entrada da praia, temos um recuo ao lado direito da rodovia que é o local onde os pescadores e frequentadores da praia estacionam os seus carros, sinalizado com o Pin Amarelo. E novamente sinalizado com o Pin Vermelho, o nosso point de pesca, que fica ao lado de uma estrutura rochosa que faz uma pequena divisão na praia de Boiçucanga.

Uma vista mais próxima do nosso point de pesca na praia de Boiçucanga. (fonte: Google Maps)

Uma vista mais próxima do nosso point de pesca na praia de Boiçucanga. (fonte: Google Maps)

Chegada na Praia de Boiçucanga / Litoral Norte de SP

Chegada na Praia de Boiçucanga com o tempo ainda nublado

Ao desembarcar na praia de Boiçucanga, nos deparamos com a tranquilidade do local e a vista privilegiada que temos das ilhas das couves e montã do trigo ao fundo. Recomendo essa praia a todos que quiserem ter uma experiência tranquila para pescar na praia, um ponto forte é que por ser praia de tombo, quase não existem banhistas, o que facilita a vida do pescador.

Praia de boiçucanga / Litoral Norte de SP

Praia de boiçucanga deserta na nossa chegada

Chegando ao nosso point de pesca na praia de Boiçucanga

Chegando ao nosso point de pesca na praia de Boiçucanga

Assim como demonstrou as previsões do Clima Tempo, o mar estava mansinho mansinho, prestes a começar a subir.

Praia de Boiçucanga totalmente flat no seu reponto mais baixo da vazante

Praia de Boiçucanga totalmente flat no seu reponto mais baixo da vazante

 

A pescaria

A isca utilizada nessa pescaria, foi o camarão branco que eu tinha reservado no freezer em uma pescaria anterior que havia feito em alto mar no Perequê com o Fernando. E para a minha surpresa, mesmo depois de mais de 30 dias congelado, obtive um camarão firme, consistência e com as suas propriedades muito integrais ainda. Bem mais efetivo do que os camarões vendidos nas peixarias que já contem conservante.

Isca mais efetiva do dia: Camarão branco

Isca mais efetiva do dia: Camarão branco

E logo que o sol deu as caras, minha irmã abre o placar com o valente Pampo Galhudo.

Primeiro peixe do dia, um pampo galhudo fisgado pela minha irmã

Primeiro peixe do dia, um pampo galhudo fisgado pela minha irmã

Pampo Galhudo fisgado na praia de Boiçucanga

Pampo Galhudo

Junto com o sol, a maré também já esboçava a sua subida.

Maré começando a subir na praia de Boiçucanga

Maré começando a subir na praia de Boiçucanga

Assim como havia falado anteriormente, o objetivo do dia era iniciar a namorada no Surf Fishing, e ela seguia totalmente empenhada em pegar o seu primeiro peixe, com um material ultralight para conseguir sentir todos os toques.

Iniciando a namorada na pesca de praia

Iniciando a namorada na pesca de praia

Não demorou muito até que ela tirou um filhotinho de pampo! Mas já estava bom demais! Pelo menos não começou a sua jornada na pesca tirando bagre amarelo. 😀

Primeiro pampinho fisgado pela namorada

Primeiro pampinho fisgado pela namorada

Não demorou muito até que eu também tirasse o dedo com um Pampo Galhudo.

Pampo Galhudo

Pampo Galhudo

Pampo Galhudo pego na praia de Boiçucanga

Pampo Galhudo

E logo após o meu pai com a simpática Betara, também conhecida como Perna-de Moça ou Papa-terra.

Betara (também conhecida como perna-de-moça) pega pelo meu Pai

Betara (também conhecida como perna-de-moça) pega pelo meu Pai

Em seguida mais umas foram aparecendo.

Betara (perna-de-moça) pega na Praia de Boiçucanga

Não demora muito e eu também pego a minha Betara

O dia seguiu nesse ritmo de pesca até as 11:30, quando inesperadamente a maré ganhara uma força muito grande, fazendo com que grandes ondas quebrassem no primeiro canal dificultando a pescaria dos pequenos. Começamos com chumbos de 60 gramas, e fomos subindo até 110gramas, mas aí fomos perdendo a sensibilidade e perdendo a produtividade. Impressionante como o mar consegue virar de uma hora pra outra inesperadamente, fico pensando naqueles que tinham saído para alto mar neste dia, o vento realmente havia mudado de lado.

Ondas quebravam com muita força na praia de Boiçucanga

Ondas quebravam com muita força na praia de Boiçucanga

E assim próximo ao horário de almoço, encerramos mais uma pescaria. Foi bom relembrar os tempos de Surf Fishing e o que essa pescaria pode nos reservar. Pretendo brevemente retornar ao local para investir mais tempo nesse point, que sempre me pareceu muito promissor.

Abaixo, vocês podem conferir a estrutura da praia de Boiçucanga, que além de ser muito tranquila, também conta com um espaço para estacionar o carro.

A boa estrutura da praia de Boiçucanga com vagas para estacionar o carro

A boa estrutura da praia de Boiçucanga com vagas para estacionar o carro

E como de costume, e ninguém é de ferro, após a nossa pescaria fizemos o pitstop no restaurante beira mar Cheiro Verde.

O Cheiro verde conta com uma ótima comida caseira e que eu indico muito aos amigos pescadores que desejam matar a fome pós ou entre a pescaria com um custo bem acessível. Nós costumamos pedir os pratos Triviais, que são os pratos da casa. Não é  mais do que um PF, com Carne, Frango ou Peixe, arroz, feijão e salada. A porção individual sai em torno de R$18,00. Enfim, fica a dica pra quem sentir aquela fome!

Fim de pescaria e hora de matar a fome no famoso Cheiro Verde

Fim de pescaria e hora de matar a fome no famoso Cheiro Verde

Trivial bem servido do Cheiro Verde

Trivial bem servido do Cheiro Verde

Vou ficando por aqui com mais um post de pescaria compartilhando com vocês amigos pescadores.

Espero na próxima vez trazer mais peixes para vocês!

Boa sexta feira e boas pescarias para quem descer no final de semana.

Abraços,

André Nagae.

  • Como é bom esse contato com o mar…. não tem preço…rsrsrs pesco na BAIA DA BABITONGA todo final de semana, não troco isso por nada… Allison
    http://pescanabaiadababitonga.blogspot.com.br/

    • Bom dia Allison, tudo bem?
      Primeiramente obrigado pelo comentário no blog!
      Visitei o seu site e gostei muito dos relatos e das experiências que você transmite aos amigos pescadores! Com certeza vou frequentar bastante!
      O contato com o mar faz parte da nossa vida de renovar as energias para encarar o dia a dia do trabalho.. bora pescar!
      Abraços,
      André Nagae.

  • Thiago Marcone

    Bom dia andré! Iniciei minhas pescas com algumas dicas suas e me ajudaram muito! Hoje estou pescando em represas de barco 1 vez por semana, fundamos até uma equipe de pesca esportiva!
    Me add no Facebook aí!
    https://www.facebook.com/thiago.marcone.3
    Abraços!

    • Anônimo

      Fala Thiago! Tudo bem?
      Cara, muito obrigado pela visita ao blog, é um prazer saber que minhas dicas estão sendo utilizadas!

      É mesmo? Está até com uma equipe de pesca? Que legal! E vocês costumam pescar aonde e atrás de qual peixe?

      Muito legal saber disso Thiago!
      Vamos nos falando e por enquanto boas pescarias para você e sua equipe!
      Abração,
      André Nagae.