Pages Menu

Postado por em 19 abr 2017 em Água doce, Destaque, Fishing Stories, Pescarias | 1 comentário

Pescaria de Dourados no Rio Manso – MT

Pescaria de Dourados no Rio Manso – MT

Ahoy, pescadores! Eu havia planejado para as minhas férias, uma pescaria de Tucunarés no Centro Oeste, mas infelizmente a viagem foi adiada. Sem muito pra onde correr, e quase desistindo de encontrar alguma pescaria a altura, apareceu um anúncio do Rancho do Mano, com um preço atrativo. Como eu nunca havia pescado Dourados, não titubeei e logo reservei, mesmo sem conhecer nada, pois a premissa era super atrativa: pescar Dourados no pincho. Conhecem o Rio Manso? O Rio Manso fica em grande parte no município de Chapada dos Guimarães – MT e é o principal afluente do Rio Cuiabá, sua localização é privilegiada, pois fica próximo de Cuiabá e com fácil acesso. Se situa numa região muito bonita, com animais silvestres e vegetação diferente do que estou acostumado. No rio existe uma represa hidrelétrica operada pela Eletronorte, e é na parte baixa da represa que a pescaria é feita, com muitas corredeiras, águas extremamente límpidas e grande quantidade de peixes. E como se pesca por ali? Se você conversar...

Leia mais

Postado por em 12 abr 2017 em Água doce, Água salgada, Destaque, Fishing Stories | 0 comentários

Dia de monstros no rio Una com Wake

Dia de monstros no rio Una com Wake

Salve amigos pescadores. No último sábado 08/04/2017 eu e o amigo Antônio fomos até o rio Una para mais uma pescaria com o guia e amigo Wake. Começamos a pescaria no pontinho secreto próximo a marina e já começamos com doublê. E rapidamente fomos capturando alguns belos pevas! Mas tão logo a maré parou e as ações zeraram! Então demandamos a barra em busca das Pescadonas. O primeiro a tirar o dedo na barra foi o companheiro Antônio. E logo depois do peva, elas apareceram!! Até que o amigo Antônio pegou um peixe bruto! Achamos ser até um flexa! Mas era um Pescadão. Tão logo a maré ganhou força demais e ficou inviável pescar na barra! Então subimos o rio! Subindo o Rio, a bóinha voltou a fazer sucesso com os pevas! Até que o Antônio, que estava num ótimo dia, fisgou um pevossauro rex na bóinha! Subimos o rio em direção as traíras, mas logo de cara o Antônio engatou um! Mas era robalo… Logo depois o Wake...

Leia mais

Postado por em 2 mar 2017 em Água salgada, Fishing Stories | 0 comentários

Pescaria de Carnaval na Barra do Una

Pescaria de Carnaval na Barra do Una

Salve amigos pescadores. Na última segunda-feira de Carnaval, fomos a Barra do Una, no litoral norte de SP para mais uma pescaria. Estávamos em 5 no barco, Eu, Bathô, Angélica, Alberto e minha irmã Débora que foi só pra aproveitar a carona e ficar na praia das ilhas! O dia amanheceu lindo e prometendo muito sol. Logo nos primeiros arremessos os Xereletes já começaram a explodir nas zaras e sticks! Uma pausa nas ilhas para deixar a Débora, não sem antes registrar a linda água do local. De volta a pescaria, logo achamos mais cardumes de Xereletes e os queridos e deliciosos carapaus verdadeiros (Blue Runners) Além dos Xereletes e Carapaus que vieram em maior quantidade no dia, também encontramos algumas espécies como umas 7 bicudas no pincho! Algo muito legal! Além da comum variedade de peixes de pedra, sempre presente! Fomos até Boiçucanga, exploramos a Praia brava, próximo a Maresias e Ilha dos Gatos. Procuramos por toda parte o centropomus, mas estes deviam estar pulando Carnaval! Ou só queriam camarão...

Leia mais

Postado por em 6 fev 2017 em Água doce, Destaque, Fishing Stories | 0 comentários

Muitos tucunarés em Igaratá com Augusto Iwato!

Muitos tucunarés em Igaratá com Augusto Iwato!

Salve amigos pescadores. No último sábado de janeiro (28/01/2017 ) fui até a represa de Igaratá para uma pescaria com o guia Augusto Iwato. Cheguei às 7:00 na marina Águas Claras do Sr. Dito e rapidamente as 7:30 já estávamos navegando! Mal chegamos no ponto demos os primeiros arremessos e pimba! O dia começou com muitas ações nas zaras de superfície! Mas depois de pegar uns 8 filhotes, as ações cessaram! Foi então que o Augusto comentou: “joga jig-head pra ver se pega o pai do cardume“. Joguei e foi uma pegadeira animal, fisguei uns 15 seguidos! Até que uma briga mais forte fez eu pensar se tratar do tal pai do cardume, mas era uma grata surpresa! Uma dentuça! Segui insistindo e ainda saíram mais uns 5 tucunas. Quando finalmente também cessaram as ações no jig head e aí partimos de volta ao plug em outros pontos… Por lá o Augusto logo perdeu pontos com um jacundá, e como o calor estava apertando fomos brincar com umas corvinas para descansar… Em um prazo de...

Leia mais
Página 1 de 41234