Pages Menu

Postado por em 11 mar 2014 em Água salgada, Destaque, Pescarias | 4 comentários

Variedade de peixes em Itanhaém, Conceição e cascalho.

Variedade de peixes em Itanhaém, Conceição e cascalho.

Sexta feira de muito caos em SP, enchentes, muita chuva e trânsito! Mas nada disso diminuiu nosso ânimo de fazer uma pescaria noturna no mar de Itanhaém.

Saímos as 18:40 de casa e só conseguimos chegar às 20:00 na casa do amigo Ricardo e às 22:00 na marina, cerca de 2 horas atrasados! O plano era ir para a Ilha da Queimada Grande mas como atrasamos um bocado, acabamos decidindo por pernoitar no Parcel da Conceição, que fica mais próximo e estava rendendo bons peixes.

Assim por volta das 23:00 deixamos o píer e partimos para o mar, a barra estava tranquila!

Um brinde para começar com o pé direito a pescaria. Estavam presentes nessa pescaria os Amigos Ivo, Ricardo e Paulo!

Galera reunida e brindando após o trânsito de SP.

Galera reunida e brindando após o trânsito de SP.

A chuva foi diminuindo, diminuindo e quando chegamos no ponto já não estava chovendo.

Mal desci a isca e já peguei o primeiro Olho-de-cão.

O primeiro de muitos Olho-de-cão.

O primeiro de muitos Olho-de-cão.

A partir daí foi uma noite bem agitada (atípica eu diria), onde ninguém queria parar de pescar um só segundo para comer algo ou mesmo pra beber cerveja :S, era um frenesi, descer a isca e pegar algo!

Na noite saíram muitos quadrublês de Olho-de-cão, foram muitos além de algumas Corcorocas, Pirajicas, Palombetas, Salemas, Carapaus.

Mas vamos às fotos!

As vezes vinha uma cocoroca, mas estavam raras.

As vezes vinha uma cocoroca, mas estavam raras.

Um dos muitos Xereletes que cantavam o equipamento.

Um belo xareuzinho.

Um belo xareuzinho.

Ricardo também estava garantindo os seus.

Um xerelete com o amigo Ricardo.

Um xerelete com o amigo Ricardo.

Paulo com seu Xerelete…

Paulo e seu belo Xerelete.

Paulo e seu belo Xerelete.

Saiu até Cioba, quem diria…

Uma Cioba pra animar a noite.

Uma Cioba pra animar a noite.

Pescadinhas dando as caras!

apesar de pequena, uma pescadinha facão.

apesar de pequena, uma pescadinha facão.

Saíram umas 10 salemas também…

Salemas também marcaram presença.

Salemas também marcaram presença.

E Entre Salemas, cocorocas e olhos de cão vira e mexe saia um Carapau…

Carapaus eram frequentes.

Carapaus eram frequentes.

Com os valentes primos deles.

E xereletes também.

E xereletes também.

Ivo com seu belo Sargo, saíram dois assim!

Até dois belos sargos sairam.

Até dois belos sargos sairam.

Paulo também foi buscar uma cioba no fundo…

Paulo e mais uma Cioba.

Paulo e mais uma Cioba.

Várias Caratingas apareceram!

Algumas Caratingas estiveram presentes.

Algumas Caratingas estiveram presentes.

E pra fechar a variedade um Marimbá!

Pra fechar a variedade saiu até Marimbá!

Pra fechar a variedade saiu até Marimbá!

A noite passou voando e o amanhecer pegou todos de surpresa, e com ele vieram dúzias de Pirajicas e a permanência nesse ponto se tornou complicada, assim demos uma pausa para um café fresquinho feito na hora e o Rafa colocou o barco em outro ponto do Parcel, onde as Pirajicas deram um pouco de trégua.

Fomos surpreendidos pelo amanhecer.

Fomos surpreendidos pelo amanhecer.

Nessa hora sempre convém iscar uma lula grande inteira em um anzol gamakatsu 3/0 circle com chumbo de 10 gramas e um leader de fluorcarbono 0,80 mm. É fatal para os Xaréus!

Todos no barco foram montando o esquema, mas a minha varinha “sortuda” que cantou primeiro…

O primeiro Xareuzão, não se rende!

O primeiro Xareuzão, não se rende!

Foi meia hora brigando, coração a mil! Até que eu ví o monstro na superfície!

Olha o Danado subindo.

Olha o Danado subindo.

Um dos maiores peixes que já peguei na minha vida no mar! um Xaréu de 8,120 kgs na balança digital.

Meu recorde pessoal de mar! xaréu de 8,120 kgs na balança digital.

Meu recorde pessoal de mar! xaréu de 8,120 kgs na balança digital.

De volta aos trabalhos, mais um belo Xaréu subiu na vara do nosso capitão Rafael (gringo)

O Rafa também pegou o Xaréu dele!

O Rafa também pegou o Xaréu dele!

Com o avanço da manhã os Xaréus sempre dão uma diminuída e aí sobra espaço para os menores, entre iscas perdidas para as Pirajicas vez ou outra subiam umas Bicudas na lula!

Até tentei com sardinha mas as Bicudas queriam é lula mesmo!

As Bicudas as vezes vinham na lula!

As Bicudas as vezes vinham na lula!

Com a chegada do frenesi de Pirajicas a pescaria ficou impraticável, partimos para o corrico!

O primeiro a fisgar algo foi o Paulo, uma bela Sororoca que infelizmente fugiu ao tentar colocar no puçá…

Pouco depois as duas varas dobraram ao mesmo tempo! Doublê de Anchovas no corrico!

Uma minha, a primeira que consigo embarcar na vida… Muito comemorada!

O corrico rendeu a primeira anchova da minha vida.

O corrico rendeu a primeira anchova da minha vida.

E outra do Paulo.

Paulo Também pegou a dele.

Paulo Também pegou a dele.

De volta ao Corrico, quase fizemos um triblê a minha vara a do Paulo e a do Ricardo dobraram ao mesmo tempo!

Mas meu peixe não ficou.

O Paulo trouxe uma bela Sororoca, agora sim devidamente embarcada! E se repararem na foto tem uma bicuda do nosso amigo Ricardo… hehehe

Sororoca e Bicuda! Doublê no currico.

Sororoca e bicuda! doublê no currico.

Pouco depois corricamos mais uma vez e dessa vez eu que peguei a Sororoca!

Minha primeira Sororoca de 2014.

Minha primeira Sororoca de 2014.

Nisso tivemos que parar com o corrico pois estava complicado devido aos muitos outros barcos! E partimos para o cascalho. Nessa hora foi perfeito pra descansar um pouco… hehehe

Mal chegamos no cascalho e jogamos o ferro! E a pegadeira começou de novo…
Primeiro com um Papa-terra.

Papa-terra no cascalho.

Papa-terra no cascalho.

E depois com vários Roncadores… E de um tamanho bem incomum… hehehe

Roncadores GG no cascalho.

Roncadores GG no cascalho.

Todos estavam se divertindo!

Da-lhe roncador. heheh

Da-lhe roncador. heheh

Doublês e triblês eram frequentes…

Saíam aos montes...

Saíam aos montes…

As vezes entre um Roncador e outro subia uma pescada branca de cascalho…

Umas pescadas de cascalho também apareceram.

Umas pescadas de cascalho também apareceram.

Muitas vezes a linha voltava sem anzol, perdemos uns 30 anzois até tirar o primeiro!
Já desconfiávamos quem era o responsável…hehehe

E eles também apareceram pra explicar o monte de anzol cortado.

E eles também apareceram pra explicar o monte de anzol cortado.

Entre vários Roncadores eu pra estragar diversificar pego uma cocoroca…kkkkk

Pescaria sem Corcoroca não é pescaria!

Pescaria sem Corcoroca não é pescaria!

Já perto da hora de ir embora o amigo Paulo pega algo bom na bóia!
Uma bela Prejereba pra fechar com chave de ouro! hehehe

Paulo e sua bela Prejereba.

Paulo e sua bela Prejereba.

Enquanto não dava a hora de ir embora, ninguém queria parar de pegar os Roncadores GG.

E seguia-mos se divertindo com os Roncadores.

E seguia-mos se divertindo com os Roncadores.

Porém tudo que é bom acaba, e o Rafa nos avisou que já dava a nossa hora…

Só me resta encerrar o relato dessa pescaria que com certeza vai deixar saudades e estar sempre entre uma das tops da minha vida!

Valeu mar de Itanhaém

Valeu mar de Itanhaém

Somente no caminho de volta é que almoçamos um belo macarrão preparado no barco pelo Eliseu e já tratamos de agendar com o Rafael a proxima saída pra esse belo paraíso da pesca!

Assim as 14:20 chegamos a marina com o corpo moído mas o espírito renovado!

Abração e boas pescarias.
Pleffer.

  • Caio Cunha

    Parabéns pela pescaria!!! Qual foi o barco?

  • Marcos Vinicius Negrão Campos

    Bela pescaria,
    Vocês poderiam disponibilizar como fazer esse tal chicote para pegar os Xareu e como montar essa pargueirinha que vocês usam e tem tanto sucesso

  • Wellington

    Amigos!!!

    Por favor, pode me dizer quais foram as iscas utilizadas?

    Agradecido,

    Wellington

  • Fernando

    Amigo ,
    Bela pescaria, gostaria de saber como é a pesca na região de Itanhaém, mar peixes etc…Me informaram que nessa região o mar é muito forte e a probabilidade de passar mal é enorme, costumo pescar na região de ilha bela e ilha de buzios, saindo do pier da figueira, nunca passei mal… ha muita diferença entre esses pontos, estou marcando uma pescaria pra queimada grande no proximo mes, e se puder me dar umas dicas agradeço…

    Obrigado
    Fernando